Fechar
Buscar no Site

Vice-presidente da Fiema morre vítima de Covid

Cirilo José Campêlo Arruda. (Foto: Reprodução)

Vítima de complicações da Covid-19, faleceu, na manhã desta quarta-feira, 9, no Hospital Carlos Macieira, o industrial Cirilo José Campelo Arruda, 68 anos, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA).

Cirilo Arruda testou positivo há cerca de dez dias, sendo internado no Hospital São Domingos, e, posteriormente, transferido para o Hospital Carlos Macieira, onde não resistiu às complicações da doença e faleceu por volta das 10h30 de hoje.

Em nota, o presidente da FIEMA, Edilson Baldez das Neves, lamentou a morte do vice-presidente da entidade:

“É com  profunda tristeza que a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) comunica o falecimento, ocorrido hoje, 10 de março, do industrial Cirilo José Campelo Arruda, vice-presidente desta instituição, membro do Conselho Temático de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Confederação Nacional da Indústria (CNI), vice-presidente do Conselho Temático de Meio Ambiente da FIEMA, e vice-presidente do Sindicato das Indústrias de Óleos, Sabão, Velas e Produtos Químicos e Farmacêuticos de Caxias, Codó, Pedreiras, Bacabal e  Lago da Pedra (Sindicocal)”, diz a nota assinada por Edilson Baldes.

“Líder empresarial da Região do Mearim, Cirilo Arruda deixa enorme legado de companheirismo, de empreendedorismo, de preocupação com a sustentabilidade do meio ambiente  e de relevantes serviços prestados ao Maranhão”, conclui a nota.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias