Fechar
Buscar no Site

TSE aprova contas da campanha de Bolsonaro com ressalvas

Bolsonaro chegou a se entusiasmar e afirmar. nas redes sociais, que 100 por cento das vagas estavam preenchidas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nessa terça-feira (4), com ressalvas, as contas de campanha do presidente eleito, Jair Bolsonaro(PSL), e do vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB).
A diplomação de Bolsonaro está marcada para o próximo dia 10, e o TSE precisava analisar as contas da campanha antes disso.

Ao votar, o relator do caso, Luís Roberto Barroso, afirmou que, segundo a área técnica do tribunal, grande parte das “inconsistências” na prestação de contas foi sanada após a defesa de Bolsonaro retificar a prestação.

“As irregularidades detectadas são de pouquíssima relevância”, afirmou.

Segundo a prestação entregue pelos advogados de Bolsonaro, a campanha arrecadou R$ 4,3 milhões e gastou R$ 2,8 milhões.

As ressalvas correspondem à não comprovação de despesas que somam R$ 58.333,32.
“As irregularidades, em seu conjunto, correspondem a 1,33% [do total arrecadado], esse valor de pequena expressão não acarreta a reprovação das contas”, afirmou Barroso ao votar.
Ainda segundo o relator, o julgamento da prestação de contas não impede a investigação de eventuais irregularidades nas esferas cível e criminal posteriormente. (G1)

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias