Fechar
Buscar no Site

“Sempre ao seu lado”: A emocionante visita de ‘Zico’ a Heitor Heluy na UDI

Heitor Heluy com as filhas e Zico

“É mais importante conhecer a pessoa que tem a doença do que a doença que a pessoa tem”. A frase de Hipócrates, frequentemente considerado o ‘pai da medicina’, pode até não refletir exatamente o que O INFORMANTE descreverá nessa reportagem, mas certamente dirá muito sobre o que o UDI Hospital fez, no final desta semana, por um paciente em estado terminal. O gesto é uma grande contribuição para uma medicina humanizada, que pressupõe  a visão do ser humano por trás da doença, buscando reverenciar as relações humanas e valorizando o contato médico-paciente, o olho no olho e o diálogo aberto e mais próximo durante o atendimento.

Lutando há 25 anos contra um câncer (melanoma), o administrador de empresas Heitor Heluy Filho estava internado na UTI do UDI Hospital, por complicações da doença, há praticamente dois meses, desde o dia 22 de setembro deste ano.

Em estado terminal, ele faleceu na sexta-feira, 18, aos 75 anos. Mas antes do desenlace, a família de Heitor lhe reservou uma surpresa emocionante: a visita do seu querido amigo ‘Zico’, um golden retriever, de 10 anos, fiel companheiro de Heitor em todos os momentos (o golden retriever é um dos cachorros mais dóceis e companheiros que existe na atualidade e conhecido por ser naturalmente devoto à família). Zico também teve um tumor (benigno) na região do crânio e é cego dos dois olhos, mas sempre acompanhou Heluy em todas as suas programações. Eram amigos inseparáveis.

Na terça-feira, 15, três dias antes de falecer,  Heitor foi surpreendido com a visita inesperada de Zico, com total apoio da direção e de todo o corpo médico e assistente social do hospital. O encontro foi gravado em vídeo que a família, gentilmente, cedeu a O INFORMANTE. “Foi um momento mágico, emocionante e que deixou nosso pai muito, mas muito feliz”, descreveram os filhos de Heitor, lembrando a enorme ligação entre ele e Zico.

Heitor era um homem de um círculo de amizade vastíssimo e muito querido por todos aqueles que o cercavam. Foi chefe de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa na gestão Manoel Ribeiro, diretor-geral na administração Milhomen, diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA), de 1987 a 1992. Era formado em Administração Pública pela antiga Fesm/Uema (Federação das Escolas Superiores do Maranhão), e há 17 anos ocupava o cargo (afastado) de assessor da presidência do Tribunal Regional do Trabalho no Maranhão (TRT-MA). Heitor se destacou, ainda, como jogador de futebol, atuando nos times do Ferroviário e Graça Aranha. Era dono de uma canhota fortíssima.

Filho de Heitor Heluy e Doralice Reis Heluy, natural de São Luís/MA, era casado com Patrícia e tinha três filhos (Bruna, Mariana e Matheus); dois genros (Rômulo Cruz e David Farias) e os irmãos Elizabeth (in memoriam), Rosana (in memoriam), Carlos Jorge e Laura.
A missa de sétimo dia de falecimento de Heitor Heluy Filho será realizada na próxima quinta-feira, 24 de novembro, às 19h, na Igreja São Luís Rei de França (Calhau).

Sempre ao seu lado” – A história de Heitor e Zico lembra o filme “Sempre ao seu lado”, estrelado por Richard Gere, um professor universitário (Parker Wilson) que encontra na estação de trem, que usava todos os dias para ir ao trabalho, um filhote de cachorro da raça Akita, conhecida por sua lealdade. Hachiko (‘Hachi’) acompanha o professor até sua casa e cria uma grande amizade com ele, passando a acompanhá-lo até a estação e esperar sua volta. Até que um dia Parker sofre um ataque do coração, morre e a partir daí ‘Hachi’ ‘rouba a cena’, indo todos os dias à estação para esperar seu grande amigo, que nunca mais apareceu. Envelheceu em frente à estação, à espera de Parker.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias