Fechar
Buscar no Site

Sarney pode estar articulando tempo de TV e estrutura para Braide, e Eliziane cria ‘nó’ para Flávio Dino

Eliziane Gama declarou apoio ao senador Weverton Rocha (Foto: Divulgação)

O Colunaço do Pêta traz nesse domingo avaliações interessantes sobre os bastidores da política maranhense, que vão de uma suspeita de que o ex-presidente José Sarney está articulando estrutura e tempo de TV para que Eduardo Braide saia candidato ao governo do estado a um ‘nó’ que a pré-candidatura da deputada Eliziane Gama ao Senado criou para o governador Flávio Dino.
“Antes de querer eleger a filha, Sarney quer derrotar Flávio Dino, quer vê-lo fora do Palácio dos Leões; por vingança, porque está com sangue nos olhos e facas nos dentes. O ódio que o ex-presidente nutre hoje pelo governador está acima da eventual felicidade de ver a filha pela quinta vez governadora do Maranhão. (…) Com poucos segundos de tempo de televisão, que é o que o seu partido (PMN) lhe dá, Eduardo Braide não vai a lugar nenhum. As tentativas do seu principal aliado, hoje, José Reinaldo Tavares, de conseguir as estruturas do DEM e do PSDB, este via Roberto Rocha, pelo visto falharam. O Democratas fechou com Flávio Dino e, no PSDB, Rocha ‘não abre’ para o promissor deputado Eduardo Braide, que, em 2022, de antemão, já figura na lista de favoritos na briga pelo governo do Maranhão, tirando as possibilidades de Rocha na eventualidade de o senador ‘sair da fila’ agora para ele. Sem as estruturas do DEM e do PSDB, o que restaria a Braide sozinho? Nada! E o que Sarney quer? Garantir que ele seja candidato para tentar levar as eleições de outubro ao segundo turno. Portanto, não há dúvida de que Sarney está articulando nos bastidores para garantir Eduardo Braide nas eleições majoritárias”, diz Dr. Pêta no Colunaço. E fala, também, do nó que a pré-candidatura de Eliziane Gama criou para o governador Flávio Dino.
Leia tudo no Colunaço do Pêta, na edição impressa do Jornal Pequeno deste domingo, que já está nas bancas, trazendo muitas outras informações, como a da nova ‘figura ostentação’ do Estado e muitos Mistérios.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias