Fechar
Buscar no Site

Sarney ensaiando

Sarney: memória curta

José Sarney, o imortal, homenageará seu amigo Ferreira Gullar, falecido em dezembro passado. O autor de Os maribondos de fogo diz que começou a escrever um ensaio sobre a obra literária do poeta e acadêmico. Gullar é excelente personagem e tudo leva a crer que, desta feita, o ex-presidente não fará jus à frase de Millôr Fernandes (morto em 2012): “Quando se larga um livro de Sarney, não se consegue mais pegar”.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias