Fechar
Buscar no Site

“Quem gasta menos com funcionalismo é porque não investe em serviços públicos”, diz Marcelo Tavares

Marcelo Tavares: “Hoje nós temos o nome do governador Flávio Dino colocado em nível nacional”. (Foto: Reprodução)

Os investimentos com o funcionalismo público foi um um dos temas da entrevista que o secretário Marcelo Tavares (Casa Civil) concedeu, segunda-feira (19), à Rádio Assembleia.

Tavares analisou o cenário atual do governo do Maranhão em comparação à gestão da governadora Roseana Sarney.

“No governo anterior, a governadora Roseana gastava menos com o funcionalismo público do Maranhão porque ela não investia absolutamente nada em segurança pública”, disparou o secretário. “São Luís era uma das cidades mais violentas do mundo”, exemplificou.

O secretário questionou: “É possível fazer segurança pública sem policial? Como fazemos uma educação de qualidade sem contratar professores? Como se entrega novos hospitais regionais sem contratar profissionais”?

Marcelo Tavares elencou, ainda, alguns programas que ampliaram os serviços à população maranhense, como o Escola Digna, Bolsa Família, Mais Asfalto, entrega de hospitais regionais e ampliação dos quadros da segurança pública.

Cenário nacional – Para Tavares, a “gestão exitosa” do governador Flávio Dino o coloca na ponta da política nacional. “Hoje nós temos o nome do governador Flávio Dino colocado em nível nacional. É certamente o mais preparado ou um dos mais preparados nos quadros públicos da política brasileira para os próximos anos. Ele está apto para qualquer missão que a população lhe entregar nas eleições de 2022”, concluiu o secretário-chefe da Casa Civil.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias