Fechar
Buscar no Site

Preso, deputado manda recado a ministros do STF: disposto a matar e morrer

Deputado Daniel Silveira sendo levado na viatura da Polícia Federal

O deputado federal Daniel Silveira (PSL), preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), dobrou a aposta nas ameaças contra os magistrados.

Num vídeo postado no Facebook, gravado antes de ser levado pela Polícia Federal, o parlamentar afirma, entre outras coisas, o seguinte:

“Ministro, quero que você saiba que está entrando numa queda de braço que você não pode vencer. Não adianta querer me calar. Eu já fui preso mais de 90 vezes na Polícia Militar do Rio. Fiquei em lugares que você nem imagina. Tu acha (sic) que vai mandar me prender, passando por cima da minha prerrogativa constitucional, me assustar e me calar? Claro que não!

Na verdade, só vai me motivar. Isso é combustível para eu continuar a provar para o povo brasileiro quem são vocês que ocupam cargo de ministro do STF.

Tenha certeza, a partir daqui o jogo evoluiu um pouquinho e vou dedicar cada minuto do meu mandato a mostrar quem é Alexandre de de Moraes, quem é Fachin, Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes, Toffoli; quem é Ricardo Lewandowski. Vou colocar um por um de vocês em seus devidos lugares. Não me importo. Pelo meu país, estou disposto a matar, morrer, ser preso. A Câmara vai decidir sobre minha prisão. Você acabou de rasgar a Constituição mais uma vez”. (Robson Ronin – Radar/Veja).

 

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias