Fechar
Buscar no Site

Preocupado, Palácio do Planalto já vê perigo real de cassação de Temer

O depoimento do empresário Marcelo Odebrecht ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) preocupou o Palácio do Planalto. Governistas passaram a ver a separação da chapa Dilma-Temer como a única maneira de o presidente Michel Temer se salvar da cassação. Ou isso, ou, ao menos, a separação da responsabilidade sobre as contas da campanha de 2014.

A avaliação, conforme divulgou em sua coluna de hoje a jornalista Mônica Bergamo (Painel da Folha) é a de que a fala, respaldada pela homologação da delação no Supremo, é suficiente para a cassação do mandato caso a corte decida pela unidade da chapa presidencial. Em caso de separação, a aposta é a de que o presidente ainda pode sobreviver.

O depoimento de Odebrecht também deu peso maior ao que Alexandrino Alencar vai falar, na próxima semana. Marcelo confirmou que as negociações de doações à chapa para cooptar apoio à aliança foram encabeçadas pelo ex-subordinado no grupo.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias