Fechar
Buscar no Site

Prefeitura suspende atividades presenciais por 10 dias para conter avanço da Covid em São Luís

Decreto suspende atividades presenciais da Prefeitura de São Luís por 10 dias (Foto: Divulgação)

O prefeito Eduardo Braide baixou, nesta quinta-feira (4), um Decreto suspendendo as atividades presenciais na Prefeitura de São Luís por 10 dias. O Decreto n° 56.887/2021, estabelece que as atividades municipais presenciais estarão suspensas de 5 de março (sexta-feira) até 14 de março (domingo).

“Temos trabalhado fortemente no combate à pandemia. Ampliamos os leitos, melhoramos os serviços, estamos priorizando a vacinação. Mas diante do cenário que tem se apresentado, essa medida se faz ainda de maior urgência para que possamos preservar a vida das pessoas”, disse o prefeito.

Dentre as medidas, o Decreto 56.887/2021 estabelece:

  1. a) o afastamento imediato dos servidores, empregados e colaboradores com suspeita ou confirmação de contaminação pela COVID-19, por prazo não inferior a 10 (dez) dias;
  2. b) a suspensão de viagens de agentes públicos municipais a serviço do município, para deslocamentos no território nacional bem como ao exterior, até ulterior deliberação;
  3. c) a utilização de videoconferência ou de outras tecnologias que assegurem o distanciamento social para realização, preferencialmente, de reuniões de trabalho e demais atos de natureza coletiva;
  4. d) adotar no que couber, regime de teletrabalho para os servidores, empregados e colaboradores conforme interesse público.

Ainda segundo o decreto estão mantidos como serviços essenciais, as atividades das seguintes secretarias e órgãos, que funcionarão em horário reduzido, das 09h às 16h:

  1. Secretaria Municipal de Governo;
  2.  Procuradoria Geral do Município;
  3. Central Permanente de Licitação;
  4. Controladoria Geral do Município;
  5. Secretaria Municipal de Comunicação;
  6. Secretaria Municipal de Administração;
  7. Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento;
  8. Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania;
  9. Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos;
  10. Secretaria Municipal da Fazenda;
  11. Secretaria Municipal de Saúde;
  12. Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes;
  13. Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação;
  14. Secretaria Municipal da Criança e da Assistência Social.

Processos administrativos que tratem da contratação de bens ou serviços ao combate à propagação da Covid-19, tramitarão em regime prioritário. E com o decreto, ficam suspensos todos os prazos dos processos administrativos em trâmite nos órgãos da administração direta e indireta do Município, no período de 10 dias (5 a 14 de março).

“Ao lado de tudo o que a Prefeitura já tem feito, tomamos mais essa medida para contribuir na diminuição da transmissão do vírus e, consequentemente, no número de casos da Covid. Mas é preciso que cada cidadão faça a sua parte. Só assim, vamos conseguir vencer a pandemia”, finalizou o prefeito Eduardo Braide.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias