Fechar
Buscar no Site

Prefeita do Maranhão vence etapa nacional do XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Linielda Cunha, de Matinha, venceu a categoria nacional. Foto: Erivelton Viana / Felipe Costa / Sebrae-NA

A grande noite de premiação do XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (PSPE) foi
marcada por emoção com destaque para o empreendedorismo e para o espírito público no
processo de desenvolvimento do país. A cerimônia, realizada na última terça-feira (28), na
sede do Sebrae Nacional, em Brasília, reuniu centenas de prefeitos, parlamentares e
autoridades para reconhecer gestores públicos que investem no empreendedorismo, na
competitividade dos pequenos negócios e na modernização da gestão pública local. Ao
todo, 182 prefeitos e prefeitas foram selecionados para a disputa nacional do Prêmio, com
199 projetos.
Entre os projetos premiados, a primeira categoria anunciada exaltou o projeto “Educar
para Empreender”, que beneficia estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental em
Matinha (MA). A prefeita, Lidielda Nunes Cunha, que é professora de carreira, foi a
vencedora na categoria Empreendedorismo na Escola, e manteve a tradição do Maranhão
de emplacar vencedores na premiação nacional que reconhece as melhores práticas de
empreendedorismo na gestão pública do país.
“É inexplicável o sentimento desse momento, quando Matinha é vencedora do prêmio.
Hoje, temos uma lei instituída que coloca o empreendedorismo na matriz curricular das
nossas escolas do Ensino Fundamental, da rede municipal, despertando ou desenvolvendo
ainda mais o empreendedorismo nas nossas crianças e jovens, e fazemos isso por meio do
JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), que pe executado pelo Sebrae no nosso
município. Nós queremos que o Sebrae nunca saia do nosso município, pois é uma

instituição que nos apoia, nos orienta sobre como fazer, nos direciona nas melhores ações e
ideias para fazer com que os pequenos negócios e o empreendedorismo em nosso
município se desenvolva cada vez mais”, disse a prefeita vencedora da edição de 2022, na
categoria nacional de Empreendedorismo na Escola, Linielda Cunha.
Do Maranhão, concorreram na grande final do prêmio nacional os prefeitos: Erick
Augusto (Balsas), na categoria Inovação e Sustentabilidade, representado pelo
secretário de Desenvolvimento Econômico, Adriano Tito; Erivelton Teixeira Neves
(Carolina), na categoria Marketing Territorial e Setores Econômicos; Leoarren Cunha
(Estreito), na categoria Desburocratização; José Nilton Pinheiro Calvet Filho (Rosário), na
categoria Compras Governamentais; Eduardo Braide (São Luís), na categoria Cidade
Empreendedora, representado pela Vice-Prefeita, Esmênia Miranda, e Clemilton Barros
(Urbano Santos), na categoria Sala do Empreendedor.
“O Maranhão esteve muito bem representado na edição deste ano, e ficamos felizes em
ver a gestão da prefeita Linielda Cunha, nossa parceira desde o seu primeiro mandato,
como vencedora nacional na categoria que exalta a educação, que forma a futura
geração de empreendedores do estado”, destacou o presidente do Conselho
Deliberativo do Sebrae no Maranhão, Celso Gonçalo, que liderou a comitiva
maranhense juntamente com os diretores executivos da empresa: Albertino Leal
(superintendente), Mauro Borralho (técnico) e Rachel Jordão (administração e finanças).
Cerimônia – Antes mesmo de revelar os vencedores, o presidente do Sebrae, Carlos Melles,
elogiou o comprometimento dos prefeitos com o crescimento socioeconômico e resgatou a
importância da iniciativa: “Esta é uma edição histórica: marca os 20 anos do PSPE e a os 50
anos do Sebrae. Com esse prêmio, o Sebrae incentiva a inclusão do empreendedorismo na
agenda municipal, numa parceria que utiliza os pequenos negócios como ferramenta de
desenvolvimento local. Sabemos que o desenvolvimento nasce e cresce nos municípios”. Ao
mencionar a trajetória do Sebrae para a transformação na gestão pública, Melles agradeceu
a participação e o esforço de todos os congressistas em prol das MPE.
“O futuro do Brasil passa pelo empreendedorismo e aqui ele é semeado. Temos confiança
nesse país, que tem tudo para avançar”, destacou o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. O
governador Ronaldo Caiado elogiou a maneira marcante de governar do tradicional político
goiano Iris Rezende, patrono desta edição. “Seu mandamento sempre foi formar políticos
com compromisso público”, comentou Caiado. A filha de Rezende, Ana Paula, agradeceu a
homenagem: “Ver a trajetória do meu pai servir de inspiração é a prova de que cada minuto
dedicado ao povo vale a pena. Parabéns ao Sebrae por esse Prêmio, que alimenta a
consciência social, o espírito público, o compromisso com uma sociedade cada vez melhor.
Espero que todos os prefeitos continuem acreditando na boa política”.

Além da prefeita maranhense, foram premiados: Érico Stevan Gonçalves, de Guarantã do
Norte (MT), na categoria Compras Governamentais; Herberlh Mota, de Baturité (CE), na
categoria Inovação e Sustentabilidade; João Carlos Krug, de Chapadão do Sul (MS), na
categoria Desburocratização; Rômulo Rippa, do município paulista (SP), na categoria
Marketing Territorial e Setores Econômicos; José Carlos de Souza Rêgo, de Queimadas (PB),
na categoria Sala do Empreendedor; Marcelo Palhares, de Jacarezinho (PR), na categoria
Governança Regional e Cooperação Intermunicipal, que teve como parceiros no projeto ‘SRI
NP – Sistema Regional de Inovação do Norte Pioneiro’, os prefeitos dos municípios de
Andirá, Bandeirantes, Cambará, Carlópolis, Ibaiti, Joaquim Távora, Ribeirão Claro, Santo
Antônio da Platina, Siqueira Campos e Wenceslau Bráz.
Por fim, na categoria Cidade Empreendedora da Região Centro-Oeste foi escolhido o
prefeito João Carlos Krug, de Chapadão do Sul (MS). Na Região Nordeste, o vencedor foi o
prefeito Renato Rezende Rocha Filho, de Pilar (AL). Na Região Norte, o reconhecimento
ficou com o prefeito José Renato Ogawa Rodrigues, de Barcarena (PA). Na Região Sudeste,
sagrou-se vencedor o prefeito Axel Schmidt Grael, de Niterói (RJ). E na Região Sul, o
prefeito de Rio do Sul (SC), José Eduardo Rothbarth Thomé, levou o prêmio nacional.

Em 2022, o Sebrae celebra 50 anos de existência, com atividades em torno do tema "Criar o
futuro é fazer história". Denominado Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três
pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão

empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos
negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a
fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que
virão para o empreendedorismo no país.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias