Fechar
Buscar no Site

Porto do Itaqui bate recorde na movimentação de cargas em agosto

Foto: Reprodução

Com 3,5 milhões de toneladas de cargas em agosto, o Porto do Itaqui, no Maranhão, bate a marca histórica de carga movimentada em um único mês. Esse volume é superior a junho deste ano, o melhor mês da história do Itaqui até então, com 3,4 milhões de toneladas. No acumulado do ano, foram operadas mais de 22,3 milhões de toneladas de cargas.

O resultado deve-se, principalmente, por causa da alta na exportação de granéis sólidos, soja e milho, além do ferro-gusa. Para o presidente da EMAP/Porto do Itaqui, Ted Lago, este crescimento é sustentado por investimentos públicos e privados e refletem a posição do porto público do Maranhão na liderança do escoamento de grãos do Arco Norte brasileiro.

“A nossa área de influência reúne estados produtores de três regiões brasileiras que utilizam o Itaqui, não só para escoar a sua produção de soja, milho e farelo, mas também para receber insumos importantes como combustíveis e fertilizantes, dentre outros”, afirma.

A expectativa é fechar 2022 com mais de 11 milhões de toneladas de soja movimentadas e o milho deve ultrapassar os 3 milhões de toneladas, mesmo volume previsto para as operações de fertilizantes, e cerca de 8 milhões de toneladas de granéis líquidos.

Em um ano desafiador para a economia mundial, o Porto do Itaqui vem mantendo a eficiência operacional e produtividade, com perspectiva de fechar o ano com movimentação acima dos 30 milhões de toneladas de cargas.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias