Fechar
Buscar no Site

Polícia prende empresário e está perto de chegar ao mandante de assassinato de prefeito

O empresário e fazendeiro ‘Messias da Pneu Zero’ tem ligações com o ex-prefeito de Davinópolis Chico do Rádio

Após a prisão, na noite de ontem (quarta, 26/12), do empresário e fazendeiro Antônio José Messias, conhecido popularmente como “Messias da Pneu Zero”, de 62 anos, o delegado Praxísteles Martins, que está à frente das investigações do assassinato do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva Barbosa (PRB), disse que “tudo leva a crer que o prefeito foi morto devido a interesses políticos e empresariais” de um grupo político do município, e que em breve a polícia deve chegar ao mandante do crime de encomenda.

Messias (a 7ª pessoa a ser presa por envolvimento no assassinato do prefeito) é ligado ao ex-prefeito Francisco Pereira Lima, conhecido como “Chico do Rádio”, adversário político de Paiva.

Ele foi candidato por duas eleições à Câmara de Vereadores de Davinopolis, em 2008 (pelo PDT) e 2012 (pelo MDB), mas em nenhuma conseguiu se eleger.

Messias da Pneu Zero é natural de Lagolândia, no estado de Goiás, mas se estabeleceu na região tocantina já há bastante tempo.

Além da prisão, a polícia também cumpriu dois mandados de busca e apreensão, um deles na fazenda do acusado, em Davinópolis. No local, foram encontradas armas de grosso calibre. Em outro local, residência de Messias, ele teria destruído provas (documentos), segundo o delegado Praxísteles Martins.

Segundo o delegado, as investigações sobre o assassinato de Ivanildo Paiva, ocorrido em 10 de novembro, apontaram que o crime começou a ser planejado pelo menos três meses antes de sua execução. Messias dos Pneus teria atuado como arregimentador dos executores, em sintonia com o mandante do crime. (Por Oswaldo Viviani, publicado em 27 de dezembro de 2018)

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias