Fechar
Buscar no Site

PF prende juiz federal suspeito de vender sentenças envolvendo precatórios

O juiz Leonardo Safi de Melo, da 21ª Vara Cível Federal de São Paulo, foi preso, nesta terça-feira, 30, pela Polícia Federal, sob suspeita de participar de um esquema de venda de sentenças envolvendo precatórios.

A ordem de prisão partiu da desembargadora Therezinha Cazerta, do TRF-3. O inquérito tramita sob sigilo.

A PF cumpriu 20 mandados de busca e apreensão, um de prisão preventiva e cinco de prisão temporária. Entre os presos, além de Safi de Melo, estão um advogado e um diretor de cartório.

Sessenta policiais federais participaram da operação, realizada em São Paulo, Mairiporã (SP) e Brasília.

Apenas em um dos casos analisados, que envolve desapropriação de imóveis rurais, os investigados teriam recebido 1% de propina do valor de um precatório de R$ 700 milhões.

Segundo os investigadores, a organização criminosa se aproximava de uma das partes do processo, contando com a colaboração de advogados, e solicitava vantagens para expedir os precatórios. (Com O Antagonista)

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias