Fechar
Buscar no Site

Para ter rédeas dos ‘factoides’ contra Dino, Roseana centraliza jornalismo da Mirante

Roseana Sarney mandou encerrar os núcleos de jornalismo de cidades do interior do Maranhão. (Foto: Reprodução)

Na semana em que o governador Flávio Dino (PCdoB) denunciou para o Brasil inteiro a perseguição que o sistema midiático da família Sarney leva a cabo contra ele, a ex-governadora e pré-candidata ao governo do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), mandou encerrar os núcleos de jornalismo, tanto da rádio como da TV Mirante, de Santa Inês, Bacabal, Balsas e Caxias.

Em Caxias, no final do telejornal local, no sábado (11), a apresentadora anunciou a “novidade”.

A partir da próxima segunda-feira (13), o jornalismo nesses municípios – e possivelmente também em Imperatriz – deixa de ser produzido localmente, e o noticiário passa a ser gerado a partir de São Luís.

Com a medida, Roseana busca centralizar, sob suas rédeas, nesse período pré-eleitoral, toda a mídia ligada ao grupo e os ‘factoides’ contra o governador do Estado por ela criados.

Resta saber qual a atitude que vai tomar, em relação ao assunto, a poderosa Rede Globo – que em 2008 mandou a afiliada Mirante colocar um “interventor”, o carioca Roberto Prado, na direção de jornalismo da emissora, sempre criticada pelo uso político ostensivo. (Com blog Marrapá)

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias