Fechar
Buscar no Site

‘O PSDB maranhense é aliado do governo, e quem chegar deve entender isso’, diz Carlos Brandão

Foto: Reprodução

Em breve entrevista ao jornalista Lourival Bogéa, diretor geral do Jornal Pequeno, o vice-governador do Maranhão e presidente estadual do PSDB, Carlos Brandão, falou sobre uma eventual volta do senador Roberto Rocha (expulso do PSB) ao ninho tucano.

Segundo Brandão, as lideranças nacionais do partido têm de ouvir os líderes regionais. “A realidade política no Maranhão deve ser levada em conta. (…) Tomar qualquer decisão agora comprometeria grandes projetos coletivos, e não meramente individualistas”, disse o vice-governador.

“Somos aliados [do governo Dino] e quem chegar deve entender isso”, declarou Brandão.

Sobre uma eventual saída sua do PSDB, com a chegada de Rocha, Carlos Brandão disse que “a política é dinâmica”, mas que ele pretende estar à frente do partido no estado no próximo ano, quando espera que os tucanos alcancem “resultados expressivos no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa”.
Veja o ping-pong:

Como o senhor avalia a chegada de Roberto Rocha no PSDB?
O processo de filiação a um partido é algo legítimo, previsto em qualquer estatuto. O que é precipitado avaliar, nesse momento, são os possíveis novos caminhos que o PSDB deve trilhar no Maranhão.
Tudo deve ser definido conjuntamente entre os seus membros, e votado pelas direções municipais e sua executiva estadual, para que seja respaldado pela executiva nacional do partido, como sempre ocorreu. Muito há o que se debater, decidir. O PSDB tem um presidente que foi eleito democraticamente pelos seus membros e que deve ser ouvido pela direção nacional, no momento certo, sobre as decisões tomadas pelos seus membros, em todos os cenários. A realidade política no Maranhão deve ser levada em conta.

E os boatos sobre sua saída do partido?
A política é muito dinâmica. Hoje, o PSDB maranhense não poderia apresentar melhor cenário e está comemorando o maior crescimento que já aconteceu em sua história, no Maranhão.
Inclusive, com os resultados expressivos das últimas eleições, no ano passado, em números de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos, tornando-se destaque nacional, em termos proporcionais. Tudo isso é fruto de um esforço conjunto de seus membros mais dedicados. Reunimos o nosso melhor quadro para que no próximo ano possamos alcançar resultados mais expressivos ainda, no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa, e o que pretendo é estar à frente dessas conquistas, como tenho feito, com o apoio de todo o partido. Mas, como disse, a política é dinâmica. É claro que há pequenas divergências dentro da legenda, o que é natural, até por seu tamanho e importância. Mas, o certo é que a maioria absoluta dos membros do PSDB no Maranhão acredita no trabalho que o governo vem fazendo. Somos aliados [do governo] e quem chegar deve entender isso.

A chegada de novos membros no PSDB, então, não inviabiliza os planos do partido para o Maranhão?
Muitas mudanças nos cenários políticos estão por acontecer. Tomar qualquer decisão agora comprometeria grandes projetos coletivos, e não meramente individualistas. Vamos continuar caminhando como sempre caminhamos, prezando pelo respeito e pelo diálogo, a fim de que tomemos as melhores decisões pelo PSDB maranhense, no futuro. O que posso dizer é que o PSDB maranhense está unido e trabalhando muito pelo Maranhão.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias