Fechar
Buscar no Site

O gesto de Brandão, a interinidade de Othelino, a obsessão de Edilázio e a confusão dos ‘pais’ dos royalties da mineração

O gesto de grandeza do vice-governador Carlos Brandão, a proveitosa interinidade de Othelino Neto no Governo do Maranhão, a repercussão em setores do parquet sobre a advertência da Corregedoria de Justiça aos juízes, a obsessão do deputado Edilázio, que não tem outro assunto que não seja Flávio Dino e a confusão criada pelos ‘pais’ da liberação dos royalties da mineração são assuntos em ‘pauta’ no Colunaço do Pêta deste domingo, que traz ainda outras ‘notícias picantes’ e os ‘intrigantes’ ‘Mistérios de Dona Milu’, como um de um secretário que viajou para casar em Cancún… Boa Leitura!

 

COLUNAÇO DO PÊTA – 18.05.2019

PETINHADAS –

*** Enquanto o governador Flávio Dino esteve em Londres, onde fez palestra, ontem, sobre Segurança Pública, na London School of Economies and Political Science, dois integrantes do alto escalão político-administrativo maranhense comandaram o Estado interinamente por quatro dias!!! Como o vice Carlos Brandão já ocupou a cadeira número 1 do Palácio dos Leões algumas vezes desde que Dino assumiu o governo em 1º de janeiro de 2015, todas as atenções, desta vez, voltaram-se para o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto!!! Numa deferência toda especial de Brandão, que tirou licença de dois dias para resolver ‘questões particulares’, Othelino governou o Maranhão na quinta e na sexta-feira, cumprindo nos dois dias uma intensa e movimentada agenda!!! Sancionou projetos de lei, recebeu presidentes de poderes, deputados, prefeitos e vistoriou obras em Imperatriz, Jenipapo dos Vieira e Barra do Corda!!! Um saldo altamente positivo para o jovem deputado que, repentinamente, ao viver um momento político auspicioso, mostrou uma musculatura surpreendente que o credencia a voos mais altos e promissores!!! Avaliada como meteórica, a ascensão de Othelino Neto, que acabou de se reeleger presidente da Assembleia Legislativa numa ‘jogada de mestre’ que surpreendeu boa parte do meio político, pode ser interpretada, também, como muito importante para Flávio Dino, que ganha, assim, uma segurança maior no Palácio Manoel Beckman!!! Manter a harmonia entre os poderes com a segurança de ter no legislativo um comandante com as credenciais, a visão e a habilidade que Othelino Neto mostra não deixa de ser da maior importância para o chefe do executivo!!! Não é para qualquer um ‘enxergar’ o que se passa na cabeça de Flávio Dino para 2022, mas tudo está a indicar que a ‘velha’ águia, da visão de longo alcance, já começou a dar umas aulas para Othelino!!!

*** Cabe ressaltar também, lógico, o grande gesto político do vice-governador Carlos Brandão, que abriu mão de dois dias de governo interino ao presidente da Assembleia!!! Pois é…, pegou ‘todo mundo’ de surpresa…, e que surpresa!!! E Othelino aproveitou bem a oportunidade, cumprindo na quinta e sexta uma agenda bastante cheia…, fez até o deputado Wellington do Curso virar governista por dois dias, hahahahahahahahahaha!!!

*** Na verdade, estava passando da hora do vice-governador Carlos Brandão fazer a parte dele, com gestos políticos dessa magnitude, o que certamente lhe dará um reconhecimento importante!!! Em 2011, por exemplo, ele fez um desses gestos, quando exercia o mandato de deputado federal!!! Tirou uma licença de quatro meses para o então suplente Weverton Rocha!!! Quem planta, colhe…!!! É o que ele espera!!!

*** Há, no parquet quem tenha achado desnecessária a advertência da Corregedoria de Justiça aos juízes maranhenses para que evitem se ausentar do local de trabalho!!! Entende o ‘analista do MP’ que houve uma generalização de algo que é exceção, sem tratar publicamente outro aspecto relevante, que seria a produtividade!!! Dados à disposição da própria Corregedoria mostrariam que essa produtividade tem sido positiva em grande parte das unidades jurisdicionais do interior!!! Além disso, faltaria também divulgar o resultado das correições que são feitas em varas cíveis da capital, constantemente alvos de queixas de advogados, porque os processos não andam de jeito nenhum!!! Bom, taí o ‘recado’!!!

*** E olha essa que aconteceu num jogo de futebol entre os times de deputados e do governo!!! O goleiro da equipe dos Leões era o coronel Ismael, comandante-geral da PM!!! Num contra-ataque dos parlamentares, o coronel saiu do gol, antecipou-se ao deputado Neto Evangelista, que estava de costas, e lhe ‘roubou’ a bola!!!! Inconformado, Neto gritou com seus colegas do time do ‘Poder Rangedor’: “Poxa, ninguém avisa que vinha ladrão”!!! Coronel Ismael reagiu foi rápido: “Respeita, aqui é polícia”!!! Rapaz, a gargalhada foi geral!!!

*** E o deputado Edilázio “Antibes”, gente!!! Disco de uma música só na Câmara dos Deputados, só sabe falar de Flávio Dino…, parece obsessão!!! Tá virando motivo de chacota entre os parlamentares no plenário!!! “Antibes” não entendeu ainda que não está mais na Assembleia Legislativa, espaço mais apropriado para apoiar ou fazer oposição ao governo do estado!!! Continuar desse jeito, vai ficar tão “feio” lá como ficou aqui, na “terrinha”, naquele episódio da assembleia de moradores da “Península”; ops, ou da “Pontinha da Ponta da Areia”!!!

*** Meu amigo, o que tem de gente se apresentando como “pai” da liberação dos royalties da mineração para municípios afetados pela atividade no Maranhão, resultado da aprovação da Lei 13.540/2017, é uma “festa”!!! Só mesmo no Maranhão!!! Em vez de estar todo mundo comemorando – afinal são 100 milhões injetados na economia maranhense, e muita gente teve a sua cota de participação nesse longo processo – ‘nego’ tá é fazendo “confusão”!!! O senador Roberto Rocha, por exemplo, que iniciou todo o processo e trabalhou muito para a sua concretização, tão logo a liberação foi anunciada espalhou imagens nas redes sociais com números do que cada município está recebendo!!! A ação de Rocha foi interpretada como se ele estivesse querendo aparecer como o verdadeiro e único “pai da criança”!!! Ora, pelo que se observou, se pareceu isso ou não, o que o senador fez, conforme explicou ao Dr. Pêta, foi apenas a parte dele!!! “Ora, os deputados e prefeito que tiveram participação nisso tudo, têm mais é que fazer a parte deles e divulgar o que fizeram; eu fiz a minha”, ressaltou o senador ao Colunaço!!! Na verdade, foi um processo longo e com participação de muita gente, de toda a bancada, como bem destacou a presidente do Consórcio Intermunicipal Multimodal, prefeita Karla Batista, de Vila Nova dos Martírios!!! Essa prefeita nunca desistiu e teve uma participação fundamental e decisiva nesse processo!!! O importante é que saiu e foi uma grande vitória, só possível graças ao empenho dessa prefeita e de vários senadores e deputados, além dos prefeitos!!! Que tal deixar as vaidades de lado e comemorar???!!!

*** A propósito, os benefícios compensatórios da implantação da estrada de ferro Carajás não podem se restringir especificamente aos municípios cortados pela estrada de ferro, mas, também, aos territórios impactados pela linha férrea…, independentemente de limites territoriais que, para esse efeito, são meramente virtuais!!! Que tal, também, atentar para isso???!!!

*** E o ‘comandante’ João, da Confraria Bar do Bigode, tá ‘doidinho’ para saber quem inventou a ‘estória’ de um entrevero lá entre o deputado Márcio Jerry e o prefeito Assis Ramos!!! Pior é que a ‘noticia’ veio parar aqui no Colunaço!!! Pois bem, diz o João, o bar é só de amigos e amizades, nunca teve qualquer briga!!! “Até o Sarney Neto e o Márcio Jerry são amigos aqui”, hahahahahahaha!!!

*** E olha essa que aconteceu num jogo de futebol entre os times de deputados e do governo!!! O goleiro da equipe dos Leões era o coronel Ismael, comandante-geral da PM!!! Num contra-ataque dos parlamentares, o coronel saiu do gol, antecipou-se ao deputado Neto Evangelista, que estava de costas, e lhe ‘roubou’ a bola!!!! Inconformado, Neto gritou com seus colegas do time do ‘Poder Rangedor’: “Poxa, ninguém avisa que vinha ladrão”!!! Coronel Ismael reagiu foi rápido: “Respeita, aqui é polícia”!!! Rapaz, a gargalhada foi geral!!!

*** Viram aí o Guilherme Boulos dizendo que o Flávio Dino é uma voz importante de contraponto ao governo Bolsonaro???!!! Pois é…, foi ontem, 18, no programa Resenha (TV Difusora), apresentado pelo blogueiro John Cutrim, do JP online!!! O professor e coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, ex-candidato à Presidência da República pelo PSOL no ano passado, disse que Dino é uma liderança nacional e uma importante voz de oposição ao governo Bolsonaro!!! E ‘sapecou’: “Eu acho que o Flávio Dino é um quadro importante do campo progressista, do campo de esquerda no Brasil. Ele tem tido um papel de liderança entre os governadores do Nordeste. O Flávio tem sido uma voz importante pelo exemplo do que tem feito no estado e como contraponto a esse desgoverno que está acontecendo no Brasil. Nós vamos que ter que estar muito junto e acho que o papel do Flávio junto com outras lideranças é o papel de ajudar a tá na linha de frente dessa oposição ao Bolsonaro”, disse Guilherme Boulos!!! Chique!!!

 

*** E pra fechar…

O desmonte da educação pública e o filme “Os Incríveis”

Temos assistido ao processo de derrocada da educação pública brasileira. E ninguém pode dizer que a medida é, de todo, burra: é um projeto de Governo, afinal, que todos sabíamos que viria a ser executado. Foi milimetricamente calculado, desenhado em croqui por muitas mãos, calejadas de empunhar o chicote que flagela o dorso dos mais pobres há tanto tempo quanto se lembre.

Com o perdão do simplismo, mas saibam que tenho a estranha mania de ancorar meus pensamentos em metáforas, mesmo as mais diminutas. Sabe aquela história de “criar o problema para depois resolvê-lo”? Pois é…

Em “Os Incríveis” (sim, o filme de animação da Pixar), o vilão Síndrome bolou um plano para tentar cair nas graças do povo. A tática foi simples: ele criou gigantescos robôs, verdadeiras máquinas de destruição em massa, e os programou para atacar a cidade. Mas Síndrome, numa sacada de mestre, condicionou os robôs a seguirem suas ordens por meio de um dispositivo que os controlava remotamente.

O cenário estava armado: os robôs atacariam a cidade e, num ato heroico, Síndrome chegaria para defender os fracos e oprimidos. Ele possuía total controle sobre os robôs, bastando, portanto, fazê-los sucumbir ao incrível gesto de salvação do novo herói. Seria aclamado!

Ele só não contava com a avançada inteligência artificial das máquinas, que rapidamente superaram Síndrome, destruíram o controle e passaram a agir por contra própria, levando a cidade ao caos.

Seu plano, que era criar o problema para depois resolvê-lo e beneficiar-se disso, deu errado.

Refletindo sobre os desdobramentos dessas políticas anti-educacionais a mente me trouxe um assombroso (e aparentemente breve) futuro, em que os próprios algozes da educação pública serão os maiores beneficiários do declínio desta. Nos bastidores, negociações espúrias, um jogo de tabuleiro para mover interesses escusos em razão do sucateamento do ensino. Há quem vá se beneficiar, claro: os mais ricos, aqueles que anseiam para o dia em que a educação voltará a ser privilégio das elites, instrumento de dominação e vetor de lucros e dividendos.

Primeiro, declaram guerra à educação. A infantaria é a primeira frente de combate, na moderníssima tática de empunhar como arma um celular com câmera e internet. O Governo incentiva a desordem, afrontando expressamente princípios constitucionais, como o da liberdade de cátedra. Com a terra arrasada, vem as críticas: “precisamos privatizar as Universidades” ou “o ensino está sucateado por conta da má gestão e desvios dos professores comunistas” e ainda “não haverá mais investimento público na educação, este modelo tem dado errado”. Depois, com as escolas e universidades em estado de total decrepitude, surgem os “salvadores”. Valem-se dos mais variados pretextos para operacionalizar seus interesses pútridos. Criam o problema para depois resolvê-lo.

Não me furto de traçar comparações de momentos sombrios da história, em que o mundo assistia, inerte, aos facínoras que declaravam guerra à educação – tal qual se viu durante o regime nazista – visando afundar o país no lamaçal movediço da ignorância. Refresca lembrar o episódio de queima de uma montanha de livros, na praça Bebelplatz, em Berlim, no ano de 1933, por exemplo. Esse é o modus operandi dos tiranos: retirar do povo aquilo que lhes permitiria refletir sobre as mazelas às quais estão sendo submetidos.

O descalabro se dá em diversas frentes. Universidades e Institutos Federais já alertam que não conseguirão manter suas atividades caso o corte de 30% no orçamento seja consumado. Fecharão. Milhares de bolsas de pesquisa, Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado no âmbito da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) estão sendo atingidas com o bloqueio anunciado pelo Governo. Cessarão. Colégios de notório reconhecimento sendo impactados pelas medidas, como é o caso do Pedro II, no Rio de Janeiro. Áreas do conhecimento que promovem criticidade e construção de saber são inescrupulosamente relegadas à condição de meras coadjuvantes, como se tenta fazer com a Filosofia e a Sociologia. Tudo em nome de uma suposta “balbúrdia”, conceito cunhado pelo Governo para colocar um alvo nas costas de quem não o defenda.

O Governo não deseja apenas um povo ignorante. Quer, sobretudo, uma população à sua imagem e semelhança: burra, anti-intelectual, que nutra igual aversão pelo conhecimento e resolva tudo na base da bala. E é contra isso que o povo está se insurgindo, em atos que não culminarão somente neste dia 15/05, mas em uma ampla frente democrática em defesa da educação, que perdurará enquanto houver quem queira solapar este direito. A população vai à luta.

(José Gabriel Costa Machado – Administrador, Supervisor de Fundos Federais (Seduc-MA), vice-presidente do Instituto Observatório da Cidadania – IOC)

**********

O jornalismo e a democracia

prática pela inteligência

Era a década de 60, o Woodstock acontecia, a contracultura aflorava e o choque de gerações aumentava. Enquanto soldados lutavam no Vietnã, jornalistas e escritores militavam no campo das letras.
Assim, nascia o Novo Jornalismo, trazendo técnicas literárias para narrar fatos e histórias que os veículos de comunicação conservadores ignoravam.
É fato que existem fronteiras entre o jornalismo e a literatura, mas não é tão difícil conseguir um visto para transitar entre um e o outro.
Muitos escritores se perguntam se o jornalismo é um fator bom ou ruim para a literatura.
O que se sabe é que – benéfica ou não – essa relação é, inegavelmente, estreita e vem movimentando algumas redações brasileiras, desde os Séculos 18 e 19.
Uma coisa é certa: a partir do momento em que essa fronteira é ultrapassada, tanto o jornalista quanto o leitor saem mais ricos do processo, com a união das ferramentas literárias com o discurso jornalístico.
Essa união faz da imprensa um aparato máximo na difusão de conhecimento. É o que Machado de Assis definia como “democracia prática pela inteligência”. (Antônio Carlos Lua – Jornalista)

**********

MISTÉRIO –

*** Qual secretário foi casar em Cancún e ainda levou como convidada uma secretária dura na queda com o ‘dindim’ do orçamento, deixando ainda mais angustiados fornecedores e prestadores de serviço da ‘terrinha’???!!! Pena que, em plena lua de mel, não terá como aproveitar a viagem para divulgar a nossa cultura popular!!!

*** Qual foi o veículo de comunicação que entrou tanto no embalo da gestão interina do presidente da Assembleia Othelino Neto, que já apresentou o ‘dito-cujo’ como candidato a governador do estado em 2022???!!! Pense numa ‘queimação’!!!

*** Quem é o ex-secretário de Turismo que passou dez anos longe da ‘terrinha’, disse que colocou 1 milhão de turista em São Luís, no São João de 2006, voltou agora ‘trajado’ de consultor turístico e já colocou os empresários de Barreirinhas num ‘pau de arara’ rumo a São Paulo para vender os Lençóis e as fronhas, porque os ‘colchões’ estão cheios de buracos (ruas) e a ‘cama’ (Barreirinha) anda flutuando???!!!

*** Qual ex-secretário do PCdoB espalhou, sexta-feira, em grupos de Whats App, uma imagem de um ânus, representando a sílaba do meio da palavra “RIDÍCULO”, para expressar a sua indignação contra supostos ataques de Bolsonaro a Lula, e, momentos depois, saiu pedindo desculpas e apagando tudo???!!! Calma, incrível Hulck, senão a galera do capitão vai te “castrar!!!

*** Qual colunista que, depois de pegar carona para Portugal com uma família bem ‘gentil’, resolveu ficar em Lisboa e aproveitar o ‘0800’ do aniversário de um casal emergente da ‘Grande Ilha’ na terra do fado???!!! Na volta, só Valadão pra dar jeito!!!

*** Por que centenas de profissionais de saúde que passaram anos como requisitados estão ganhando ‘bilhete azul’ agora, com a desculpa de acúmulo de cargo???!!! E o Plano de Cargos e Salários na estatal hospitalar e FGTS em atraso???!!!

*** Quem foi a primeira-dama de município da ‘Grande Ilha’ que ‘partiu pra cima’ de duas agentes de saúde durante uma ‘batida’ em uma unidade básica de saúde???!!! Essa é só mais uma polêmica da ‘poderosa’ com os barnabés, obrigados a assinar o ponto duas vezes; um no local de trabalho e o outro de um motoqueiro de confiança de uma secretária que passa religiosamente todos os dias!!!

*** Quando a Prefeitura da Raposa vai divulgar a nova lista de convocados do concurso público com profissionais da saúde???!!!

*** Por que não se deve chamar para a mesma mesa “profissionais de saúde” vinculados ao SUS e algum ‘camaradas desavisados’???!!! No ‘rosário’ de reclamações está a falta de depósito do FGTS, achatamento de salário, demissões e equívoco do concurso público!!!

*** Qual é o prefeito do Sul da ‘terrinha’ que, se não conseguir a reeleição, já tem emprego garantido na UFC???!!!

*** Quem são os oportunistas que resolveram ‘arrochar o buriti’ e falar de eleições em um município da ‘Grande Ilha’???!!! Marrapá…, se já é o cúmulo discutir eleições de 2020 nesse momento, ‘que dirá’ de 2022!!! Quanta inoportunidade!!!

***

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias