Fechar
Buscar no Site

“Novo diretor do Macro tem o nome todo ‘cagado’ e não pode chefiar hospital”, diz vereador

Em contato com O INFORMANTE (JP online), o vereador e ex-presidente da Casa, Catulé, confirmou tudo o que havia afirmado na sessão do dia 27 de abril, na Câmara Municipal daquela cidade, em relação ao novo diretor do Hospital Macrorregional de Caxias.

Dizendo-se indignado, Catulé reafirmou ao blog que o novo diretor daquela importante unidade de saúde para a região, Ermando Filho, não pode chefiar a instituição, porque tem o “nome todo cagado”.

Na sessão do dia 27, Catulé traçou um perfil negativo e estarrecedor do novo diretor do Macro, suas relações com o prefeito Fábio Gentil, o uso supostamente irregular de um aparelho de tomografia pertencente à clínica de Ermando Filho, o conflito de interesses no estabelecimento desse ‘convênio’, o desmonte do sistema municipal de saúde quando o novo diretor era subsecretário de Saúde, e a incapacidade de Ermando Filho para dirigir um hospital estadual do porte do Macrorregional de Caxias.

Veja o vídeo

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias