Fechar
Buscar no Site

Natalino repudia ataques e defende debate qualificado

Natalino Salgado defende o bom debate

O professor Natalino Salgado reagiu com indignação à tentativa de envolver seu nome em atos reprováveis de gestão da coisa pública.  Segundo o candidato a reitor na consulta prévia a ser realizada pela Universidade Federal do Maranhão no dia 26 de junho, tem sido recorrente a “tentativa reprovável de adversários” em envolvê-lo em escândalos de desvio de verbas.

“Uma das primeiras providências que tomei, após registrar a candidatura, foi obter junto aos órgãos de controle externos certidões que atestassem minha conduta como gestor. Na documentação, que tornei pública quando iniciaram as ilações descabidas de qualquer razoabilidade, está explícito que não existe nenhum processo ou reprovação de contas das minhas gestões”, afirmou Natalino Salgado. As certidões foram obtidas junto à Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal e Ministério Público do Estado do Maranhão.

No período em que esteve como reitor, Natalino Salgado disse que construiu mais de 100 obras na UFMA, expandindo e consolidando a universidade nos oito campi do continente. A construção do campus de Balsas (motivo de reportagens que, segundo o candidato, tentam atingi-lo), foi iniciada no segundo quadriênio da sua gestão como reitor da UFMA, cargo para o qual foi reconduzido com inédita aprovação da comunidade universitária.

“O campus de Balsas surgiu com um projeto arrojado em uma área de 120 hectares. Três prédios abrigariam os cursos de Engenharia Mecânica, Civil e Ambiental. Mas as obras ficaram praticamente paralisadas depois que deixei a reitoria”.

Em vistoria ao canteiro de obras, em novembro de 2016, a reitora Nair Portela manifestou entusiasmo com o cronograma de execução, elogiou o desempenho da firma contratada e previu que no primeiro semestre de 2017 parte das salas de aula estariam prontas para receber os alunos. O prazo foi adiado várias vezes e até hoje a obra não foi entregue, revelou a assessoria do candidato.

Para Natalino Salgado, os ataques à sua candidatura, afora a falta de fundamentação, em nada têm contribuído para qualificar o debate de ideias e propostas que o momento suscita. “Em nenhum momento meu nome é citado em relatórios que investigam supostas irregularidade. Esses espasmos dos adversários são naturais aos que não possuem argumentação para debater. Neste momento, em que as universidades atravessam um período de turbulências, precisamos repensá-la de maneira racional e clara. Atitude beligerante em nada contribui para a construção e fortalecimento da instituição”, concluiu Natalino.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias