Fechar
Buscar no Site

Ministros do governo dizem a Moraes que Bolsonaro quer mudar relação com STF

Um dia após demitir Abraham Weintraub do Ministério da Educação num gesto ao STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviou, por meio de integrantes da ala jurídica do governo, recado à corte de que quer distensionar a relação com o Judiciário.

Nesta sexta (19), os ministros Jorge de Oliveira (Secretaria-Geral), André Mendonça (Justiça) e José Levi do Amaral (Advocacia Geral da União) viajaram a São Paulo para um encontro com o ministro Alexandre de Moraes.

Moraes é relator do inquérito das fake news no STF e conduz o caso das investigações do atos antidemocráticos contra a corte. O ministro irritou o presidente Jair Bolsonaro ao quebrar sigilos de apoiadores e aliados políticos.

Oficialmente, a reunião serviu para que os ministros discutissem processos relacionados à terra indígena Raposa Serra do Sol, prejuízos ao setor sucroalcooleiro, a possibilidade de o TCU (Tribunal de Contas da União) declarar indisponibilidade de bens e ação sobre controle de armas e munições por parte do Exército.

O principal objetivo do encontro, porém, foi buscar uma aproximação com Moraes. Segundo relato ao jornal Folha de S.Paulo, os integrantes do governo disseram que Bolsonaro está disposto a iniciar um nova fase na relação com o Judiciário. (Folha online)

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias