Fechar
Buscar no Site

Ministro afirma que auxílio emergencial será prorrogado

Foto: Reprodução

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, durante cerimônia nesta sexta (1º) no Palácio do Planalto, informou que o auxílio emergencial será prorrogado. Guedes não deu mais detalhes sobre o tema.

“O ministro Tarcísio (de Freitas, da Infraestrutura) vai vender mais 22 aeroportos. O ministro Rogério Marinho (do Desenvolvimento Regional) vai concluir as obras. O ministro João Roma vai estender o auxílio emergencial. Nós somos um time remando pelo Brasil”, afirmou Guedes em um evento sobre a Cédula de Produto Rural (CPR) Verde.

Como apontou informações preliminares do jornal O Globo, o governo já cogitava a liberação de novas parcelas do auxílio emergencial, que tem sua última rodada prevista para o mês de outubro. O intuito é não desemparar de forma abrupta cerca de 25 milhões de trabalhadores informais que fazem parte do programa em razão dos impactos da pandemia da Covid-19.

Apesar do anúncio, de acordo com interlocutores do governo, ainda não foi definido o número de parcelas e se elas terão o mesmo valor de início da prorrogação. Hoje em dia, o auxílio emergencial é oferecido em três faixas, que mudam conforme a composição familiar, sendo de R$ 150 (uma única pessoa), R$ 250 (duas pessoas ou mais) e R$ 375 (para famílias chefiadas por mães monoparentais).

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias