Fechar
Buscar no Site

Mais de 11 mil pessoas se inscrevem em processo seletivo de Duarte Jr.

Mais de 11 mil pessoas se inscreveram no seletivo de Duarte Jr:

Foram exatas 11085 inscrições no processo seletivo para composição do gabinete do deputado federal Duarte Jr. (PSB) e mais o gabinete compartilhado dos também deputados do PSB Tabata Amaral e Pedro Campos. As inscrições encerraram segunda-feira, 16.
O número é mais um recorde a ser destacado no trabalho político do deputado socialista, que, em 2019, já havia feito um processo seletivo para compor seu gabinete na Assembleia Legislativa e teve a participação de 4631 inscritos.
O seletivo tem 16 cargos sendo distribuídos tanto no gabinete de Duarte Jr. quanto no gabinete compartilhado dos parlamentares em Brasília. As próximas etapas serão análise curricular e também entrevista com os selecionados.
“A ideia é encerrar o processo seletivo antes do dia 1° de fevereiro, quando começa o ano legislativo”, disse o parlamentar eleito.
Segundo ele, todo o processo para escolha dos próximos assessores parlamentares de Duarte Jr, Tabata Amaral e Pedro Campos está sendo realizado pelo Instituto Legisla Brasil.

Vagas – Ainda segundo o previsto em edital, serão contratados 16 profissionais, entre vagas do Gabinete Compartilhado e dos gabinetes de Duarte Júnior, Pedro Campos e Tabata Amaral. Entre as vagas estão analistas administrativos, gerente de projetos, programador, analistas de políticas públicas nas áreas de meio ambiente e educação, analista de economia e analista de comunicação e analista legislativo.
A equipe vai ter a oportunidade de trabalhar em pautas de grande impacto, gerando informações, fiscalizando e implementando estratégias políticas.
“O grupo encorajou especialmente a participação de pessoas indígenas e pretas, mulheres, LGBTQIA+, transexuais/travestis e pessoas com deficiência”, informou.

Entenda – Duarte explicou que, assim como fez quando se elegeu deputado estadual, leva para Brasília o projeto do seletivo para formação do seu gabinete na Câmara dos Deputados. “A diferença é que a iniciativa será feita de forma compartilhada com outros dois parlamentares: Pedro Campos (PE) e Tabata Amaral (SP)”, explicou o deputado eleito.

Isto será possível porque Duarte Júnior participa do Gabinete Compartilhado, iniciativa que teve início em 2019, a partir do senador Alessandro Vieira (PSDB-SE) e dos deputados federais Felipe Rigoni (UB-ES) e Tabata Amaral (PSB-SP).
Em 2023, passam a integrar o grupo os novos deputados eleitos Amom Mandel (Cidadania-AM), Camila Jara (PT-MS), Duarte Júnior, Duda Salabert (PDT-MG) e Pedro Campos (PSB-PE), além de Tabata Amaral e Alessandro Vieira.
Renovação Política – A ideia dos parlamentares é organizar um movimento de renovação política suprapartidário. Os deputados compartilham o propósito de fazer política baseada em fatos e evidências, de forma participativa, e propondo soluções para os principais problemas da sociedade brasileira.
São valores compartilhados pelos membros do gabinete a equidade, direitos humanos e segurança pública, desenvolvimento e proteção ao meio ambiente e democracia e integridade. Entre as pautas defendidas pelo grupo, estão o combate às desigualdades, educação, saúde, cidadania, segurança pública, juventude, meio ambiente, ciência, tecnologia e inovação, combate à corrupção, gestão eficiente e desenvolvimento econômico.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias