Fechar
Buscar no Site

MA é o 3º estado nordestino com maior geração de vagas de emprego no acumulado do ano até abril

Foto: Reprodução

Com o resultado superior a três mil vínculos, o Maranhão apresentou saldo positivo no que diz respeito ao número de admissões líquidas em abril de 2021, um total de 3.056 contratações, acumulando no primeiro quadrimestre 9,98 mil trabalhadores formais, o terceiro maior saldo do Nordeste, após a Bahia (+52,4 mil) e o Ceará (+20 mil), de acordo com a Sinopse da Nota de Mercado de Trabalho, publicada, nesta semana, pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE).

“O Governo do Maranhão vem implementando ações com o objetivo de diminuir os efeitos da pandemia sobre o nível de emprego, dos quais pode-se destacar: o Programa Trabalho Jovem, iniciativa que busca a geração de oportunidades de emprego para jovens maranhenses, e o Programa Cidade Empreendedora, que integra a gestão pública e os pequenos negócios em um ambiente de oportunidades”, destaca o presidente do IMESC, Dionatan Carvalho.

Ao investigar o saldo de contratações no mês, verifica-se que o setor de “Serviços” conduziu a geração de vagas, destacando-se a forte mobilização de mão de obra no segmento de “Saúde Humana e Serviços Sociais”. Os setores de “Construção”, “Comércio”, “Indústria” e “Agropecuária” também seguem gerando vagas.

Em relação aos empregos gerados no território maranhense, segundo o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), 113 municípios apresentaram saldos positivos de empregos no mês de abril, os maiores resultados foram apresentados pelas seguintes cidades: São Luís, São Raimundo das Mangabeiras, Santo Antônio dos Lopes, Pedreiras e Campestre do Maranhão.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias