Fechar
Buscar no Site

Luciano Genésio é alvo de operação da Polícia Federal

Foto: Reprodução

A Polícia Federal realiza, nesta quarta-feira (12), uma operação contra desvio de verbas federais na saúde e educação no Maranhão. Um dos alvos é o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), que, segundo a PF, é apontado como integrante de uma organização criminosa responsável por fraudes licitatórias, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

De acordo com a PF, o esquema envolvia verbas federais do Fundo Nacional de Saúde e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Ainda segundo a PF, a investigação se concentra nos Pregões 030/2018 e 016/2020, que custaram cerca de R$ 38 milhões aos cofres públicos, e deram origem a contratos firmados com empresas pertencentes aos membros da organização criminosa.

A PF localizou diversos indícios no sentido de que o proprietário de fato dessas empresas seria o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), o que se confirmou por meio da análise das movimentações bancárias.

Com o andamento da investigação, a PF afirma que foi constatado que parte dos pagamentos realizados pelo Poder Público para as empresas envolvidas no esquema era revertido para as contas do prefeito Luciano Genésio. Diante desses fatos, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de sequestro de valores.

O prefeito Luciano Genésio teria recebido ordem de suspensão do exercício da função pública, proibições de acessar ou frequentar a prefeitura, de manter contato com os outros investigados e de se ausentar da comarca de sua residência durante a investigação.

O Informante e o Jornal Pequeno aguardam a manifestação da prefeitura de Pinheiro e do prefeito, Luciano Genésio.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias