Fechar
Buscar no Site

Lahesio acredita que vencerá em 1º turno a eleição para governador do Maranhão

Dr. Gutemberg, Lahesio, Wellington do Curso e Aluísio Mendes, na sessão solene da Assembleia Legislativa

“O Lahesio não fala em segundo turno, o Lahesio só fala em primeiro turno, porque o nosso foco é ganhar no primeiro turno. A gente tem pesquisa quali [qualitativa], quanti [quantitativa], que diz, com toda certeza, que dá para ganhar no primeiro turno. Então, eu vou falar em segundo turno para quê?”.

A declaração otimista foi feita, nesta quinta-feira, 4, na Assembleia Legislativa do Estado, pelo candidato a governador do Maranhão, Lahesio Bonfim, ao receber, naquela casa, o título de Cidadão Maranhense. Lahesio fez a declaração durante entrevista a jornalistas, após a sessão solene, originada de uma indicação do deputado Wellington do Curso.

Sobre a possibilidade de não receber apoio do presidente Jair Bolsonaro, Lahesio foi taxativo: “Eu sou eleitor do meu presidente. Eu respeito quem vai votar no Lula, vai votar na [Simone] Tebet, no Ciro [Gomes], em quem quiser. Eu vou votar no meu presidente. Agora, nós não estamos aqui para polarizar nada, não é tempo de polarizar. O estado do Maranhão precisa urgentemente de um gestor que olhe para as pessoas que estão passando fome, desempregadas, analfabetas. Esses não têm ideologia política; eles estão é passando fome, eles precisam é de um emprego, eles precisam é de um gestor, urgentemente. Eu não me escondo, nunca me escondi. Eu sou o único prefeito do Maranhão que deu a maior votação para o presidente quando todo mundo o chamava de doido, e me chamavam de doido também, porque eu estava naquela luta. E foi a maior votação do estado, e uma das dez maiores do Brasil. Eu nunca escondi isso. Seria muito triste as pessoas pensarem o contrário. Eu tenho uma essência”, destacou.

“O meu presidente pode até apoiar o [Josimar de] Maranhãozinho, o Weverton, quem ele quiser. Agora, ele não vai perder o meu apoio, não, porque eu tenho uma essência. Agora, respeito as outras pessoas, e isso é o mais importante: respeitar as pessoas que queiram ir votar em quem quiser”, acrescentou o candidato que saiu de São Pedro dos Crentes com a convicção de que será governador do Maranhão.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias