Fechar
Buscar no Site

IV Simpósio Internacional de Gestão Portuária será realizado em São Luís

Foto: Reprodução

Com o tema “Desenvolvimento Portuário e Sustentabilidade”, começa nesta quarta (25) e segue até sexta (27), em São Luís, o IV Simpósio Internacional de Gestão Portuária, promoção da Universidade Federal do Maranhão e Grupo de Pesquisa LabPortos, coordenado pelo professor Sérgio Cutrim.

O objetivo é fortalecer e promover a pesquisa sobre gestão portuária e a discussão sobre o crescimento portuário e os impactos sobre o desenvolvimento sustentável.

O evento é voltado para acadêmicos, professores, pesquisadores, profissionais do setor portuário e marítimo, agentes públicos e demais interessados na temática. Será realizado de forma exclusivamente remota com o apoio de plataformas de videoconferência. A programação contempla palestras, minicursos, mesa-redonda, estudo de caso, apresentação de artigos científicos,  além de visita técnica virtual ao Porto do Itaqui e à VALE.

Haverá, ainda, a participação de especialistas na área portuária de renome nacional e internacional, pesquisadores, professores, executivos e gestores públicos do setor portuário, com origens nas seguintes organizações: Universidade Federal do Maranhão, Universidade de São Paulo, Texas A&M University, World of Shipping Portugal, Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe – CEPAL, Ministério da Infraestrutura -MINFRA, Porto do Itaqui (EMAP), Grão Pará-Multimodal (Terminal Portuário de Alcântara), VALE, Companhia Docas do Espírito Santo – CODESA, Associação de Terminais Privados – ATP, e diversos consultores de mercado com ampla experiência no setor.

Segundo o organizador do evento, Sérgio Cutrim, coordenador do Grupo de Pesquisa LabPortos e da Especialização em Logística Portuária, o desenvolvimento portuário ancorado nos princípios e diretrizes da sustentabilidade está presente na estratégia dos portos com uma gestão de excelência. “Essa gestão, neste momento de pandemia, provou mais uma vez a relevância do sistema portuário como fator de segurança, evitando o desabastecimento e o colapso das cadeias de suprimentos internacionais. Sobre o desenvolvimento portuário brasileiro, observamos que nosso sistema movimentou de janeiro a maio de 2021, 484.728.690 t, representando um aumento de 9,23%, com destaques para as cargas de  minério e combustíveis que tiveram um aumento de 12,21% e 14,87% (ANTAQ), reforçando a resiliência da logística portuária brasileira. Além disso, os impactos ambientais do aquecimento global e outros fatores críticos ambientais impulsionam os portos a evoluírem em tecnologias e métodos, reforçando o modal de transporte aquaviário como o mais eficiente ambientalmente”, explicou.

O evento conta com o patrocínio do Porto do Itaqui e Grão Pará-Multimodal (Terminal Portuário de Alcântara). Como parceira do evento, a Vale e como apoiadores a Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados, Associação de Terminais Privados-ATP, Modal Consult, DL Portos, Modal Consult e DL Portos.

A inscrição é gratuita e pode ser feita no site www.doity.com.br/sgp2021. Como diz o professor Sérgio Cutrim: “Embarque nesta onda de conhecimento portuário”.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias