Fechar
Buscar no Site

Hospital é condenado pela morte do filho de Flávio Dino e informa que vai recorrer

Flávio Dino anunciou pelas redes sociais a condenação do hospital Santa Lúcia

Condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) a indenizar o governador Flávio Dino e a ex-esposa Deane Fonseca pela morte do filho do casal, Marcelo Dino, em fevereiro de 2012, o Hospital Santa Lúcia, de Brasília, anunciou que vai recorrer da decisão em primeiro instância. A condenação do Santa Lúcia foi anunciada pelo próprio governador Flávio Dino nas redes sociais, na noite dessa quarta-feira.

“Depois de quase sete anos de dor e luta, hoje o Tribunal de Justiça do DF reconheceu a responsabilidade do hospital Santa Lúcia, de Brasília, pela morte do meu amado filho Marcelo Dino. Nada resolve, nada cura. Mas é nossa contribuição ao combate à impunidade”, afirmou o pai de Marcelo, lembrando que o filho era amável, atencioso e tinha no Flamengo o seu time do coração, além de amar sua família, seus amigos, sua escola, sua guitarra, seu cachorro. “Teria hoje 20 anos. Infelizmente, erros no hospital Santa Lúcia, em 2012, impediram que sua vida aqui continuasse. Mas creio que ele vive com Deus”, concluiu.

Marcelo Dino morreu aos 13 anos, no dia 14 de fevereiro de 2012, após uma sequência de crises asmáticas. No dia anterior, ele havia sido levado ao Hospital Santa Lúcia pela mãe, professora da Universidade de Brasília (UnB), para tratar da primeira crise. Em menos de 24 horas, no entanto, o quadro se agravou e ele não resistiu. Em nota, o Santa Lúcia informou que vai recorrer da decisão de primeira instância. (Com sites nacionais)

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias