Fechar
Buscar no Site

Governo suspende entrega de cestas básicas, explica o que aconteceu e estuda estratégia para evitar aglomerações

O Governo do Estado suspendeu, nessa terça-feira, 24, a entrega de cestas básicas que estava sendo feita na Casa do Maranhão, no Centro Histórico de São Luís.

O motivo foi a enorme aglomeração de pessoas, o que impossibilitou, por razões de segurança, a continuidade da distribuição, devido aos riscos que a que todos ficaram expostos.

– O governo não pensou nessa possibilidade de aglomeração de pessoas? perguntou O INFORMANTE a uma fonte do Palácio dos Leões.

– A entrega era somente para para um público cadastrado de ambulantes. Eles estavam indo buscar. Até às 12 estava tudo como programado, sem aglomeração. Eram 50 pessoas por hora. Depois do meio-dia, o povo foi tomando conhecimento e passou a sair de casa para pedir cestas, o que provocou uma aglomeração de duas mil pessoas aproximadamente, uma loucura. O que fizemos? Decidimos liberar para essas pessoas que estavam lá e suspender a distribuição. Agora, estamos estudando uma outra estratégia para prosseguir a distribuição o restante das cestas.

NOVA ENTREGA – Apurou O INFORMANTE, munto a fontes oficiais, que na próxima semana o Governo do Estado fará uma nova entrega de cestas básicas em São Luis, mas que os locais agora não serão divulgados, para evitar aglomerações. Durante esta semana, serão feitas distribuições apenas no interior do estado, “com todas as cautelas possíveis”.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias