Fechar
Buscar no Site

Governo do Estado e Famem discutem medidas de combate à Covid-19

Erlanio Xavier na reunião remota da Famem com [[o governo

 

A diretoria da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) se reuniu remotamente, nessa segunda-feira, 12, com o governador Flávio Dino, para tratar sobre a situação da pandemia no estado e as medidas de enfrentamento contra a Covid-19. A iniciativa foi do governador maranhense.

Além de Dino, participaram os secretários Marcelo Tavares (Casa Civil), Rubens Júnior (Secap) e Carlos Lula (Saúde).

“Estamos atentos às demandas dos municípios e buscamos sempre ampliar as parcerias. A indexação para o Estado com saúde é de 12% da receita. O Maranhão está chegando a 16%. Vamos fazer um esforço adicional, para ver como podemos ajudar mais. Contratamos já vacinadores e digitadores para acelerar o processo de imunização dos municípios e as equipes estão sob o comando das gestões municipais. Nosso objetivo é sempre ajudar”, afirmou Flávio Dino.

O presidente da Famem, Erlanio Xavier, destacou a parceria do governo do Estado para com os municípios, ouvindo as demandas dos prefeitos maranhenses. “Nós só temos a agradecer ao governador, que sempre está conversando, perguntando como estão os municípios. Todo dia e noite, acompanhamos o rumo das vacinas nos municípios e a Famem está sempre cobrando aqueles municípios que estão abaixo de 70%”, disse.

“É muito importante, prefeitas e prefeitas, quanto mais rápido de nós vacinarmos, mais vacina o nosso estado vai receber. Então, nos cabe chamar nossos secretários e equipes, e vacinar de domingo a domingo. Enquanto tiver vacina no estoque, não tem que ter feriado, não tem que ter dia de domingo, porque quanto mais nós vacinarmos, mais estamos imunizando a nossa população”, ressaltou o presidente da entidade municipalista.

Erlanio reforçou a necessidade de os municípios intensificarem a vacinação da população e informar o sistema da saúde. “Sabemos da importância de adiantarmos a vacina, da gente está cobrando dos nossos profissionais de saúde”, disse.

Estavam presentes na reunião remota, além de Erlanio Xavier, o 1º vice-presidente João Luciano Silva Soares (Pinheiro); o 2º vice José Carlos de Oliveira Barros (Vargem Grande); o secretário geral, João Igor Vieira Carvalho (São Bernardo); o 1º secretário, Aluísio Carneiro Filho (Esperantinópolis); o tesoureiro Fernando Portela Teles Pessoa (Tuntum); o 2º tesoureiro, Alexandre Magno Pereira Gomes (São João dos Patos); o diretor de educação, Vanderly de Sousa do Nascimento Monteles (Anapurus); o diretor de saúde, Erik Augusto Costa e Silva (Balsas); o diretor jurídico, Amílcar Gonçalves Rocha (Barreirinhas); o diretor de representação de Brasília, Washington Luís de Oliveira (Bacuri); o 1º conselheiro fiscal, Deibson Pereira Freitas (Trizidela do Vale); o 2º conselheiro fiscal, Ubirajara Rayol Soares (Graça Aranha); o 1º suplente fiscal, Antonio Coelho Rodrigues (Sítio Novo) e o 2º suplente fiscal, Francisco Flávio Lima Furtado (Duque Bacelar).

 

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias