Fechar
Buscar no Site

Governador recebe comitiva de banco chinês e debate investimentos em infraestrutura 

Flávio Dino com a comitiva do New Development Bank (NDB), conhecido como Banco de Desenvolvimento dos Brics.

Evidente que a agenda já estava marcada, mas as ações do governador Flávio Dino, na manhã deste domingo, coincidem com o espírito do comentário de hoje no Colunaço do Pêta: “O que nos falta”? O Maranhão tem tudo para ser grande,e, pelo visto, o chefe do executivo estadual está focado nisso.

O governador Flávio Dino recebeu, na manhã deste domingo (9), a comitiva do New Development Bank (NDB), conhecido como Banco de Desenvolvimento dos Brics. No encontro, foram debatidos investimentos na infraestrutura logística importantes para o Maranhão: a recuperação da MA-006 e a construção do Porto São Luís.

A NDB, uma instituição de fomento com sede na cidade chinesa de Xangai, é uma alternativa de financiamento de projetos que tenham identificação com o desenvolvimento sustentável e a integração regional dos países integrantes dos Brics, grupo composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Por isso, em condição de financiar os dois projetos.

Flávio Dino explicou que as conversas para garantir a recuperação da MA-006 dependem apenas de trâmites no Congresso. “A operação para financiamento da MA-006 já está bastante adiantada, na medida em que já houveram as reuniões e aprovação por parte do comitê técnico do UNB e também do Governo Federal. Agora dependemos de algumas medidas que estão em tramitação no Congresso Nacional, mas a nossa expectativa, nesse momento, é que ainda este ano nós consigamos assinar a operação e com isso viabilizar a liberação dos recursos para essa importante obra”, destacou.

Dino ressaltou que a negociação para a realização da obra é uma prioridade para o Governo do Estado, uma vez que se trata de importante rodovia para o escoamento da produção de grãos maranhense. “É uma obra importante para a integração de municípios do Maranhão ao conjunto da nossa malha viária com econômica, na medida em que a MA 006 é uma estrada que interliga regiões produtoras de grãos, com o Complexo Portuário situado em São Luís. Tem importância social e econômica, e por isso é um projeto prioritário para o Governo do Maranhão.

A recuperação da MA 006 faz parte do projeto de Transporte e Integração do Corredor Sul Norte, programa que prevê a reconstrução de 649 km da Rodovia Estadual 006, entre o município de maranhense de Alto Parnaíba e o Entroncamento com a BR 222, além da pavimentação de rodovias alimentadoras, com importância estratégica para aprimoramento da infraestrutura de transporte do Estado.

O vice-presidente do NDB Xian Zhu destacou a importância da conversa com o Governo do Maranhão e o rápido andamento dos procedimentos para financiamento do projeto. “Foi um encontro muito positivo, especialmente para discutir os dois projetos que já estão em andamento, tanto o projeto da Rodovia MA 006, uma vez que em breve teremos uma posição positiva, além do projeto do Porto São Luís que também vemos com bons olhos, uma que o andamento está bastante rápido”, observou.

O Secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, também destacou a rapidez nas negociações para o financiamento do projeto. “Fundamental que o governador acompanhe as obras financiadas por esse importante banco com financiamento praticamente pré-aprovado para financiamento da obra da MA 006, dependendo apenas de alguns alinhamentos em âmbito federal para que essas obras possam beneficiar o Maranhão, o que acontecerá muito em breve.

Porto São Luís – O governador e o vice-presidente do NDB também ampliaram o diálogo com executivos do Porto São Luís para acelerar as obras desse importante modal de transporte aquaviário na capital maranhense.
A obra é fruto de uma parceria entre China Communications Construction Company (CCCC), o NDB e outras empresas.
“Nós trouxemos ao governador uma boa notícia, uma vez que além da MA 006, o NDB deve financiar grande parte da construção do Porto São Luís”, explicou o presidente do Porto, César Gazoni.
O governador Flávio Dino lembrou que o grande objetivo ao trabalhar pela implantação do empreendimento, é a geração de mais empregos no Maranhão.
“A ênfase que eu atribuí a esse projeto foi a necessidade de rápida evolução da obra, para que, com isso, além do benefício logístico, ao final nós tenhamos a multiplicação de empregos e oportunidades para trabalhadores do Maranhão, e também, evidentemente, para empreendedores e empresas”, disse.
A construção do Porto São Luís deve gerar cerca de 5 mil empregos e permitir escoamento de milhões de toneladas de grãos e minério de ferro.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias