Fechar
Buscar no Site

“Feirão das Emendas” põe parlamentar do Maranhão na mira da PF

Foto: Reprodução

Um parlamentar do Maranhão está sendo investigado pela Polícia Federal (PF) por suposta venda de emendas parlamentares. A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo, nesta sexta-feira (8).

Há pelo menos dois inquéritos sigilosos abertos no Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar o esquema, batizado de “feirão das emendas” por deputados e assessores. A suspeita é de que parlamentares cobram comissão para indicar recursos do Orçamento a uma determinada prefeitura. O dinheiro seria pago por empresas interessadas nas obras e serviços ou pelo próprio agente público.

Outros parlamentares estão sendo investigados, sendo no total três deputados e um senador. A investigação está sob sigilo.

A operação da PF, batizada “Descalabro”, foi deflagrada em dezembro passado e apontou que o parlamentar do Maranhão teria indicado um total de R$ 15 milhões em emendas para fundos de saúde controlados por prefeituras maranhenses, que, por sua vez, teriam firmado contratos fictícios com empresas de fachada em nome de laranjas. O destinatário final do dinheiro, de acordo com a investigação, seria o próprio parlamentar.

Posteriormente, essas empresas teriam efetuado saques em espécie e o dinheiro entregue a ele no seu escritório regional, em São Luís, afirma relatório da PF sobre a operação.

A apuração sobre a investigada venda de emendas foi divulgada pelo ministro Wagner Rosário, da Controladoria Geral da União (CGU), na quarta-feira (6), em uma audiência pública na Câmara dos Deputados. Na ocasião, Rosário afirmou que “vários casos” estavam em apuração e que não havia dúvidas de irregularidades.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias