Fechar
Buscar no Site

Ex-prefeito confessa que roubou, mas acusa o atual de ser mais ladrão que ele; veja vídeo

Numa convenção partidária na cidade de Cocal, no Piauí, o ex-prefeito José Maria Monção fez o senador Ciro Nogueira  cobrir o rosto com as duas mãos, em evidente sinal de constrangimento, quando confessou que roubou da Prefeitura em suas gestões, mas acusou o atual prefeito de ser mais ladrão do que ele.

O prefeito de Cocal, Rubens Vieira (PSDB) encaminhou uma nota ao Portal AZ, na noite dessa segunda-feira, 7, rebatendo a declaração de José Maria Monção.

“Eu fui prefeito três vezes, mas não roubei o tanto que esse aí roubou… esse é descarado”, disse Monção, lembrando, inclusive, que foi preso por ter cometido de tais crimes.

Estavam presentes na convenção partidária vários políticos, inclusive o prefeito de Teresina, Firmino Filho, que ria sobre o que ouvia, e o senador Ciro Nogueira, denunciado pela Lava Jato em vários processos sob suspeita de prática de corrupção.

Ao final da convenção, Ciro teria repreendido José Maria Monção por “tamanha sinceridade”. (Com Portal AZ)

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias