Fechar
Buscar no Site

Estudante de Timon se classifica em Olimpíada Brasileira de Matemática

Foto: Reprodução

Socioeducando da Funac se classifica para 2ª etapa da Olimpíada Brasileira de Matemática

Um adolescente do Centro Socioeducativo da Região dos Cocais, em Timon, foi classificado para a segunda etapa da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2019. Ele garantiu a classificação pelo nível 2, referente a alunos que cursam entre 8ª e 9ª na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A segunda fase da OBMEP será aplicada hoje, 28. O adolescente concorre com outros 11 alunos nesta categoria pelas medalhas da Olimpíada, e o resultado final será divulgado no final do ano.

O socioeducando conta que com o incentivo e orientação dos professores passou a se interessar pelos estudos e pela Matemática. “Depois de uma reprovação eu percebi o valor dos estudos e do futuro que eu queria para minha vida. Recebi muitos conselhos e orientação, aí comecei a estudar bastante, e com o incentivo dos professores eu me apaixonei pela matemática”, conta  o socioeducando.

“Estou muito alegre e ansioso também pela prova. Esse resultado representa a chance de ter um futuro melhor, com coisas boas, e vou focar nesse caminho”, acrescenta.

A classificação dele também está sendo bastante comemorada pelos familiares e toda a equipe da unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac).

“Estou muito orgulhosa do resultado dele porque sempre foi incentivado em casa a estudar. Espero que ele possa fazer o melhor possível nesta segunda etapa e ter uma boa prova. Estamos torcendo”, disse feliz a mãe do adolescente.

Para a coordenadora técnica da unidade, Géssyka Alencar, o resultado foi mais uma importante conquista. “O adolescente se desenvolve muito bem no processo de medida socioeducativa, e na escolarização também, de modo que a classificação dele foi mais um resultado significativo. Esperamos que ele consiga avançar mais uma vez”, torce a coordenadora.

“Esta é uma conquista muito representativa para a Socioeducação. É nesse caminho que a Funac direciona a execução do atendimento socioeducativo, para o bom resultado e desenvolvimento dos adolescentes, por meio dos seus direitos fundamentais, como a educação. Esperamos que o socioeducando tenha um bom êxito na segunda etapa da OBMEP”, comemorou.

Preparação

“O adolescente se mostra um aluno interessado e participativo, sempre fazendo as atividades propostas. Ele já demonstrava um conhecimento bem avançado quando iniciou as aulas na unidade. E para a OBMEP fez bastante atividades para reforçar a preparação”, comenta a professora Kátia Maria Cunha, da escola de referência Unidade de Ensino Des. Odilo Costa Filho.

“E ficamos muito felizes com o resultado.Nosso objetivo é preparar os alunos para provas e outras avaliações seletivas tais como vestibulinho, reclassificação, olimpíadas de conhecimento, entre outras, para o bom desenvolvimento deles”, completa a professora.

Premiação

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas brasileiras, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.

Os alunos com melhor desempenho na competição serão premiados com medalhas de ouro, prata, bronze ou certificados de menção honrosa. Todos os medalhistas serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) . Os professores das escolas também recebem prêmios.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias