Fechar
Buscar no Site

Estudante de Medicina é preso na Argentina por estupro de irmã e prima em Teresina

Foto: Reprodução

Ele estava foragido da justiça piauiense por estuprar a prima e a irmã

O estudante de Medicina Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira, de 23 anos, condenado pela justiça a 33 anos de prisão por estuprar a própria irmã e uma prima, ambas menores de idade, foi preso na Argentina.

Ele estava foragido há pelo menos dois anos, informou o Portal AZ, que divulgou a notícia, nesta quinta-feira, 19.
O universitário usava identidade falsa na Argentina. segundo informou a Polícia Civil, que se valeu de investigações na internet para confirmar a residência de Marcos Vitor na região de Buenos Aires.

Marcos Vitor foi preso na manhã desta quinta-feira, 18, na cidade de Mar Del Plata, perto de Buenos Aires, a capital argentina, conforme informou a Polícia Civil, que marcou coletiva para dar mais informações sobre as circunstâncias em que se deu a prisão do estuprador.

Conforme o Portal AZ, o universitário foi preso com apoio da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), do Corpo de Investigação Judicial (CIJ) do Ministério Público Fiscal de Buenos Aires e da Polícia Federal Argentina.

Marcos foi condenado em novembro do ano passado pelos estupros da irmã, de 12 anos, e da prima, de nove anos de idade, em Teresina.

. Havia ainda acusação de abuso contra outra irmã dele, de três anos, mas neste caso ele foi absolvido.

O juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz, da 5ª Vara Criminal de Teresina, que o condenou, determinou pena de 10 anos, 4 meses e 7 dias pelo estupro da prima e de 23 anos e 4 meses, pelo crime contra a irmã.

Fonte: Portal AZ, de Teresina.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias