Fechar
Buscar no Site

“Está acontecendo um movimento muito forte nas casernas”, diz ministro

Foto: Reprodução

Em áudio enviado hoje cedo a um grupo de amigos e vazado à imprensa, o ministro do TCU Augusto Nardes faz uma análise da conjuntura política e diz que “está acontecendo um movimento muito forte nas casernas”.

“Acho que é questão de horas, dias. No máximo, uma semana ou duas, ou talvez menos do que isso, que vai acontecer um desenlace bastante forte na nação.” Segundo ele, o resultado é imprevisível.

“Demoramos, mas felizmente acordamos. O que vai acontecer agora? (…) Vamos perder? Sim, vamos perder alguma coisa, mas a situação para o futuro da nação poderá se desencadear de forma positiva”.

Nardes também comenta sobre o impeachment de Dilma Rousseff. Ao se referir aos petistas, diz que o processo “desmontou de certa forma essas estruturas que eles conseguiram remontar agora baseado na estrutura que tinha já ficado, que foi muito longa”. O TCU teria encontrado R$ 340 bilhões em irregularidades.

“E tudo se mostra que vai acontecer novamente. Tudo muito nebuloso em relação ao futuro do país (…) Nunca aceitaram o diálogo, eles foram para um confronto. E agora é um confronto decisivo. Eles vão vir para um confronto que nós todos sabemos quais são as consequências.”

Nardes, que se tornou bem próximo de Jair Bolsonaro, fala também da erisipela do presidente e diz que ele “não está bem”, mas espera ter “condições de enfrentar o que irá acontecer”. Na avaliação feita pelo ministro no áudio, o único jeito de evitar o movimento é a “capitulação por parte de alguns integrantes importantes”.

“Eu não posso falar muito. Sim, tenho muitas informações, queria passar para ti, para o teu time do agro, que eu conheço todos os líderes”, diz o ministro. Questionado por amigos, Nardes disse que apenas estava manifestando sua preocupação com o cenário.

Em contato com O Antagonista, ele negou apoiar um golpe militar. “Não existe da minha parte intenção nenhuma e nem poder para golpe”. (O Antagonista).

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias