Fechar
Buscar no Site

Empresário anuncia ação contra ‘pastor-blogueiro’ por fake news

Senadora Eliziane, esposa de Inácio, tem tido posicionamento duro contra o presidente Bolsonaro na CPI da Covid

 

O empresário Inácio Cavalcante Melo Neto, marido da senadora Eliziane Gama, disse a O INFORMANTE, no início da tarde deste domingo, 6, que acionará na justiça o pastor Moisés Martins, de São José de Ribamar, por “divulgação de fake news.

Inácio tomou a decisão depois de uma divulgação do pastor Moisés, em seu blog, pela manhã, dando conta de que o marido da senadora havia sido preso por determinação da justiça de Mossoró (RN).

“Marido da senadora Eliziane Gama é preso por determinação de juíza de Mossoró”, diz o título da postagem do ‘pastor-blogueiro’. “Não é de hoje que Inácio Cavalcante, marido da senadora Eliziane Gama, é notícia por não pagar o que deve, já teve outras situações que o marido da senadora se negou a pagar dívidas. O empresário Inácio Cavalcante Melo Neto, que é casado com a senadora Eliziane Gama (Cidadania) teve sua prisão determinada pela juíza Ana Clarisse de Arruda, da 2ª Vara de Família de Mossoró (RN). Os valores são retroativos aos anos que o empresário deixou de recolher a pensão do filho, hoje com 23 anos, desde julho do ano passado, o que em valor atualizado chega a R$ 14,1 mil“, diz o texto.

Segundo o empresário, essa notícia veio a público em 2019 e agora está sendo requentada pelo pastor Moisés, supostamente contrariado com o posicionamento da senadora Eliziane Gama na CPI da Covid. No texto deste domingo, o ‘pastor-blogueiro’ deixa escapar a suposta motivação: “Senadora Eliziane Gama me diz com quem tu andas que eu te direi quem tu és… em suas intervenções na CPI do Covid-19 a parlamentar tem um discurso de ódio e rancor contra o presidente Jair Bolsonaro, antes da senadora destilar seu ódio deveria lavar suas roupas sujas” (sic).

“Já estou tomando as providências jurídicas necessárias”, disse Inácio Melo a O INFORMANTE, ressaltando que jamais foi preso em consequência dessas denúncias de dois anos atrás, que também eram falsas.

Fontes consultadas por O INFORMANTE disseram que a postagem do pastor Moisés tem cunho político. “O marido de Eliziane entrou na rota das tropas bolsonaristas por causa dos posicionamentos da esposa a CPI da Covid. Consequentemente, ‘ressuscitaram’ esse caso e agora estão repercutindo nas igrejas novamente”, afirmou uma das fontes, suspeitando, ainda, que dois deputados maranhenses com ligações com essas igrejas estariam especialmente agindo contra Inácio Melo.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias