Fechar
Buscar no Site

Empresa do Maranhão toma de volta 15 ônibus na zona Norte de Teresina

Quinze ônibus que eram usados pelo Consórcio Poty, responsável pelas linhas do transporte coletivo na zona Norte de Teresina, foram tomados de volta por uma empresa do Maranhão, na noite desta sexta-feira (13). Seguranças orientavam motoristas e cobradores a descerem dos veículos assim que chegavam na garagem da empresa Emvipi, no bairro Santa Maria da Codipi.
A informação foi confirmada ao portal Cidadeverde.com, de Teresina (PI), pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro), Fernando Feijão, que acompanhou o episódio nas primeiras horas da noite e criticou e classificou como abrupta a forma como os representantes da empresa maranhense agiram.
O sindicalista disse que ainda busca informações sobre que levou à devolução dos ônibus e tentará uma reunião com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut) neste sábado (14). A princípio, os veículos, que contam com ar-condicionado, não teriam sido pagos para a empresa Transpremium.
“Quando chega um ônibus, eles pedem para o motorista e o cobrador descerem e vão embora”, explicou Fernando Feijão. “A população da zona Norte, que já não era bem assistida, vai voltar a ficar na pior”, acrescentou.
A Polícia Militar foi acionada para acompanhar a situação. A tomada dos veículos ocorreu até o início da madrugada, quando o último ônibus encerrou seu percurso.
Em nota, a Strans informou que intimou os representantes do consórcio para que tomem providências em prol dos usuários. A Superintendência confirmou que 15 dos 90 ônibus que atendem à região Norte foram retirados de circulação, por causa de uma “falta de entendimento” entre os sócios. A previsão é que o problema seja solucionado até a segunda-feira (16).

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias