Fechar
Buscar no Site

“Eles não eram meus seguranças”, diz prefeito Tema

João Coutinho e Renato Borba tombaram em confronto com a polícia. Foto: blog do De Sá

Localizado por O INFORMANTE, na manhã desta sexta-feira, 31, o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, negou que os dois suspeitos mortos num confronto com a polícia, na noite passada, na zona rural de Tuntum, eram seguranças informais seus.

“Estivemos com eles, eu e a Daniela (deputada estadual Daniela Tema), apenas em uma oportunidade, há uns quatro meses, durante visitas que fizemos aos povoados Belém e São Lourenço”, disse Tema, ao ressaltar que são desse dia as fotos que seus adversários estão usando hoje para dizer que as duas vítimas eram seus seguranças informais. “Tanto que na caminhada que fizermos no sábado, em Tuntum, e deu problema com a Polícia, que, por sinal não era de Tuntum, mas de Presidente Dutra, os dois não estavam. E não estavam porque nunca foram meus seguranças, nem formais nem informais”, disse Tema, reafirmando, ainda, que o vídeo de alerta que seus adversários políticos andam espalhando é “coisa de bandido, de gente desesperada com a iminente derrota em Tuntum”.

“Interferência policial estranha” – Cleomar Tema falou a O INFORMANTE, também, sobre a confusão de sábado, à noite, com a polícia, durante uma manifestação/caminhada sua com o pré-candidato a prefeito Dida. “Agora sabemos que policiais de Presidente Dutra estavam naquela noite e que foram lá para bagunçar a nossa caminhada e nos intimidar. Não foram policiais de Tuntum”, afirmou o prefeito, estranhando o fato de, no dia anterior, o pré-candidato Fernando Pessoa ter feito uma caminhada do mesmo jeito e não ter sido importunado pela polícia. “Na sexta-feira, tivemos em Tuntum uma caminhada/manifestação do Fernando Pessoa (deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Tuntum) e transcorreu tudo normal, sem nenhum problema. Não houve interferência da Polícia nem nada. Aí no sábado, alegando que estava havendo aglomeração, policiais de Presidente Dutra jogaram spray de pimenta no povo para dispersar a manifestação”, acrescentou Cleomar Tema.

O prefeito de Tuntum disse também que ainda não tem informações sobre o que houve na noite passada, quando, segundo a polícia, João Coutinho dos Santos Filho e Renato Borba de Sousa reagiram a uma abordagem numa barreira e teriam provocado o confronto que resultou na morte dos dois.

Operação Tuntum – Nesta manhã, a Assessoria de Comunicação da Secretaria da Segurança Pública disttibuiu nota sobre o incidente que resultou na morte de João Coutinho e Renato Borba.

“Priorizando as ações de segurança contra ataques a agências bancárias, a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), Policia Militar (PM), Delegacia Regional de Presidente Dutra e o Centro Tático Aéreo (CTA) realizaram, na noite desta quinta-feira, 30, no povoado Belém, proximidades de Presidente Dutra, uma ação contra dois suspeitos de participação em atos que evidenciam em ações criminosas. A operação resultou em um confronto armado e dois suspeitos foram atingidos. Eles não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito!, diz o release da SSP.

Os dois homens estavam em uma caminhonete S10 e na abordagem teriam reagido, realizando disparos de arma de fogo contra a polícia. Os suspeitos, segundo a polícia, integrariam o grupo criminoso que estava articulando roubos contra agência bancária em Formosa da Serra Negra. Com os dois, segundo ainda a polícia, foram encontrados um revólver calibre 38, um pistola cal .380.

Continuidade da operação – A policia informou, ainda, que foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa de um deles. Foram solicitados dois mandados de busca: uma para a casa de um dos acusados mortos e o outro mandado para a residência onde foram encontradas, ontem, as armas escondidas, no povoado Tabocal, em Tuntum.

A ação que resultou nas duas mortes no povoado Belém, segundo a nota da Ascom, foi um desmembramento da operação em que a polícia encontrou armas de grosso calibre, munições e ‘miguelitos’ (fragmentos de metal utilizados nos assaltos a banco), no povoado Tabocal, em Tuntum.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias