Fechar
Buscar no Site

Disputa pelo Senado segue acirrada, mas com mudança de cenário

Eliziane e Weverton, candidatos de Flávio Dino com os candidatos aqo Senado, Weverton e Eliziane

A nova pesquisa Exata/JP para senador do Maranhão ainda mostra um cenário de disputa acirrada, em que cinco candidatos brigam pelas duas vagas em jogo.

No entanto, em relação à pesquisa anterior, divulgada em 26 de agosto, antes do início do horário eleitoral na TV e no rádio, houve alteração nas duas primeiras posições, com os candidatos da chapa do governador Flávio Dino (PCdoB), Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT), assumindo as duas primeiras posições.

Na pesquisa espontânea, Eliziane passou de 18% para 27% das intenções de voto, enquanto Weverton subiu de 20% para 25%.

Os dois são seguidos de perto por Edison Lobão (MDB), que caiu de 25% para 24%; Sarney Filho (PV), que foi de 24% para 22%; e José Reinaldo (PSDB), que oscilou de 20% para 18%.

Alexandre Almeida (PSDB) tinha 11% e agora tem 10%; Preta Lu (PSTU) foi de 4% para 3%; Samoel Campelo (PSL) tinha 3% e agora tem 2%; Saulo Pinto (PSOL), foi de 2% para 1%.

Saulo Arcangeli (PSTU) e Iêgo Brunno (PCB) mantiveram 1% cada.

Brancos, nulos e indecisos antes eram 69% e agora são 66%.

 

VOTOS VÁLIDOS

Se forem considerados apenas os votos válidos (ou seja, menos os nulos e brancos), os resultados são os seguintes:

Eliziane Gama, 20%; Weverton Rocha, 19%; Edison Lobão, 18%; Sarney Filho, 16%; José Reinaldo, 14%; Alexandre Almeida, 7%; Preta Lu, 2%; demais candidatos, 1% cada.

O levantamento do Instituto Exata foi realizado entre segunda (10) e quinta (13). Foram considerados 1.400 questionários, aplicados na Grande São Luís e nas regiões Norte, Sul, Leste e Oeste do Maranhão. O registro no TSE tem o número MA-09907/2018. A margem de erro é de 3,3 pontos percentuais para mais ou para menos e a confiabilidade é de 95%.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias