Fechar
Buscar no Site

Discussão acirrada e agressões físicas entre procuradores criam clima tenso na PGJ

O clima ficou violento e tenso na Procuradoria Geral de Justiça, nesta terça-feira, depois que os procuradores Bentes e Raimundo Nonato, ex-procurador-geral, travaram uma discussão fortíssima e acabaram se envolvendo em uma briga que resultou inclusive em agressões físicas. Um deles chegou a se esconder no banheiro do prédio, localizado ao lado do Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau.

O tumulto começou depois que o procurador Bentes acusou Raimundo Nonato de ter se ‘vendido’ para votar a favor de um procurador que está sendo julgado num processo administrativo. Segundo apurou O INFORMANTE, a decisão de Nonato teria sido técnica.

O clima anda tenso atualmente na PGJ, que está dividido entre dois grupos. Na semana passada, um outro tumulto envolveu os procuradores Themis e Zé Henrique, que quase vão ás vias de fato. Nesse caso específico, José Henrique não concordou com uma manifestação da colega Themis favorável ao aumento de 21% dos servidores estaduais. A Procuradoria já teria decidido não se manifestar a respeito do assunto, o que gerou a confusão entre Themis e Zé Henrique.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias