Fechar
Buscar no Site

Depois do Liceu Maranhense, governo entrega, reformado, o histórico prédio do Sotero dos Reis

Colégio Sotero dos Reis: resgate de uma escola tradicional de São Luís

Depois da inauguração recente do novo Liceu Maranhense, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação, entrega, reformado, nessa segunda-feira (17), o Centro de Ensino Sotero dos Reis, escola da rede pública estadual, no centro de São Luís. Segundo o secretário Felipe Camarão (Seduc), a tradicional escola da capital maranhense passou pela maior reforma de todos os seus 82 anos de existência.

A entrega da reforma do colégio Sotero dos Reis é uma continuação das ações do Programa Escola Digna, que nos últimos 30 dias teve 25 inaugurações em vários municípios do Estado.

Fundado em 1937, o Sotero do Reis guarda uma história cheia de riquezas e fatos que estão diretamente associados à história de São Luís. A ampla reforma faz jus, primeiramente, à história do patrono da escola, Francisco Sotero dos Reis – professor autodidata, um dos principais expoentes da educação ludovicense e brasileira, que deixou um legado incalculável à Língua Portuguesa, ao escrever, em 1962, Pastillas de Grammática Geral, considerada por muitos historiadores a primeira gramática brasileira.

Gestora da escola há 9 anos, Aparecida Pirce conta que a reforma é um sonho de toda a comunidade escolar. “Estou emocionada. Essa é uma escola que fica em um prédio tombado, e ela tem um cunho muito importante para a comunidade maranhense, pois é cheia de história e foi erguida em cima do cemitério dos ingleses. Por lá já passaram várias personalidades. É uma escola que acolhe a todos. Eu sou completamente apaixonada por ela e hoje estou radiante, muito feliz, porque vejo que o governo teve um olhar diferenciado pela escola, e hoje é um sonho de toda comunidade escolar que se realiza”, falou a gestora, emocionada.

Com 798 estudantes matriculados nos turnos matutino e vespertino, da 6ª série do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, a escola passa por uma reforma que respeita a arquitetura e história de seu prédio, que é tombado como patrimônio histórico. Para a execução dos serviços, estão sendo investidos cerca de R$ 1,5 milhão.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias