Fechar
Buscar no Site

Curvas do contágio mostram que flexibilização não aumentou casos de Covid em SL e outras 4 capitais

COMÉRCIO - No Rio, resultados esperançosos lotaram as ruas do centro: a pressa em sair.  Andre Coelho/Getty Images

A flexibilização das medidas de isolamento é motivo de preocupação para profissionais de saúde, especialistas e governantes, devido ao risco do aumento do número de casos e mortes causados pela maior circulação de pessoas à medida que as atividades econômicas são retomadas. Para entender o impacto do relaxamento da quarentena, a revista VEJA analisou as curvas de contágio e mortes por Covid-19 em cinco capitais: Belém (PA), São Luís (MA), Fortaleza (CE), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). Apesar das diferentes estratégias de distanciamento social adotadas nesses lugares, todos iniciaram o plano de reabertura da economia no começo de junho.

Um mês e meio após a flexibilização, o número de casos continuou a cair em todas essas capitais, apesar das pequenas oscilações no meio do caminho. (Mais detalhes, nesta quinta-feira, 23, na edição impressa do Jornal Pequeno).

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias