Fechar
Buscar no Site

Contra golpes, Pix terá limite de R$ 1 mil à noite

O Banco Central anunciou um conjunto de mudanças no Pix para reduzir o risco de golpes e fraudes por meio do sistema. A principal delas é a limitação das transações em R$ 1 mil entre 20h e 6h.

A medida valerá para pessoas físicas e microempreendedores individuais (MEIs) e também para transferências entre contas do mesmo banco, cartões de débito e liquidação de TEDs. A atualização deve ser realizada em algumas semanas.

O limite de R$ 1 mil será o padrão implementado pelos bancos. Os clientes, porém, poderão solicitar teto maior ou cadastrar contas para realizar transações superiores. Haverá prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas para o pedido ser efetivado. A intenção é impedir a possibilidade de aumento imediato.

Em paralelo: o BC informou também que vai adiar a implementação da terceira fase do Open Banking, marcada para a próxima segunda-feira. Essa etapa marca a junção entre o Open Banking e o Pix, e a promessa é de facilitar os pagamentos por comércios eletrônicos e aplicativos. (Globo)

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias