Fechar
Buscar no Site

Conselho de Ética da Câmara abre processo para apurar conduta de Josimar Maranhãozinho

Josimar Maranhãozinho ainda não definiu quem vai apoiar para governador

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados instaurou nesta quarta-feira (4) 10 novos procedimentos para apurar a conduta de parlamentares. Entre os investigados está o deputado maranhense Josimar Maranhãozinho (PL).

Contra ele há o fato de ter sido flagrado por agentes da PF com maços de dinheiro, verba federal para a saúde que teria sido desviada.

Também foram abertos procedimentos sobre os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-RJ), Carlos Jordy (PL-RJ), Carla Zambelli (PL-SP), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Talíria Petrone (PSOL-RJ), Josimar Maranhãozinho (PL-MA), Heitor Freire (União-CE), Bia Kicis (PL-DF) e Kim Kataguiri (União-SP).

A instauração de um processo é a primeira fase de uma representação protocolada contra um parlamentar. Nesta fase, é feito o sorteio da lista tríplice entre os integrantes quem podem assumir a relatoria do caso. Em seguida, cabe ao presidente do conselho escolher o relator.

Após ser designado pelo presidente do conselho, o relator terá prazo de dez dias úteis para apresentar um parecer preliminar, que poderá ser pelo prosseguimento ou arquivamento do caso.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias