Fechar
Buscar no Site

Comunidades de São Luís serão beneficiadas com obras a serem realizadas nos próximos meses

Maquete da Feira do Jardim América após as obras que serão realizadas

Nos próximos meses, diversas comunidades de São Luís serão beneficiadas com obras realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM). As Ordens de Serviço para a cobertura da feira do Jardim América, da Praça do Mocajituba, do Espigão Costeiro e da Ponte da Matança foram emitidas e algumas obras já estão em andamento.

No caso da Feira do Jardim América – instalada na praça de mesmo nome e entregue em agosto de 2018 pelo Governo, por meio da AGEM -, os serviços serão de instalação de cobertura metálica na área de barracas de comercialização de hortifrúti. No total, a área é de 664.52m².

Além da cobertura central, o projeto inclui pontos elétricos; bancada molhada; canaleta para coleta de água; grade de proteção; mudança do piso da escadaria; substituição de tubulação sanitária; prolongamento do beiral da peixaria; piso tátil e depósito para mercadorias. Os trabalhos serão iniciados na próxima semana.

A Praça e Quadra Poliesportiva do Mocajituba também já teve Ordem de Serviço emitida e os trabalhos de construção serão iniciados ainda na primeira quinzena de janeiro. O projeto abrange uma área de 1.528,62m², localizada ao lado da Igreja Católica São João Batista, na MA-202.

Além da quadra, o espaço terá equipamentos para ginástica ao ar livre; playground e amarelinhas; novo calçamento e passeio público; delimitação de novos canteiros; mesas para jogos/xadrez; quiosque dividido em 3 espaços internos de área 10.40m² cada um; estacionamento com área para veículos; ponto de ônibus; áreas verdes, canteiros e bancos; espaço livre para recreação/lazer e acessibilidade por meio de piso tátil e rampas.

“Trata-se de um complemento necessário à obra já entregue e que irá gerar mais comodidade e segurança tanto para quem comercializa, quanto para os moradores”, destaca o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

No Espigão Costeiro, os serviços serão para reparar os danos causados pela ação das marés e pelo desgaste natural do tempo. No local serão executados serviços de recuperação do calçamento, do guarda-corpo e da iluminação. “Os guarda-corpos estão sendo produzidos e, assim que finalizarmos esta etapa, daremos início aos demais trabalhos de revitalização”, explica o presidente da AGEM.

A Ponte da Matança, por sua vez, fará a ligação entre a Rua da Matança e o Alto do Santa Cruz, comunidades localizadas no tradicional bairro do Anil. A ponte será feita em concreto, com 10 metros de comprimento e 5,65 metros de largura, na Rua da Matança. Trata-se de um dos locais de maior mobilidade no bairro e que, em períodos de chuva, sofre com alagamentos.

Além de auxiliar nos problemas provocados pelas águas das chuvas, a Ponte da Matança irá colaborar para melhoria da mobilidade urbana da região auxiliando na fluidez do trânsito das avenidas principais, que sofrem congestionamentos na maior parte do dia, sobretudo em horários de pico.

O projeto foi elaborado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e será executada pela AGEM, que foi responsável pelo processo de licitação e fará a fiscalização dos serviços. “A obra já está em execução e deverá ser entregue até maio deste ano”, informa Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias