Fechar
Buscar no Site

Comitê nacional protocola denúncia sobre abuso de poder econômico e propaganda eleitoral antecipada no Maranhão

Deputado Josimar Maranhãozinho teria feito propaganda eleitoral antecipada

O comitê nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) protocolou, junto à Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE-MA), uma denúncia sobre abuso de poder econômico e propaganda eleitoral antecipada no estado. O caso está relacionado ao deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL-MA), suspeito de realizar sorteio de dinheiro a eleitores durante uma live em dezembro de 2021, conforme not1iciaram vários veículos de comunicação; dentre eles, Globo, UOL e G1.

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL-MA) é suspeito de desviar verbas públicas no Maranhão e foi alvo de uma operação da Polícia Federal por suposto desvios de emendas parlamentares destinadas à saúde no estado. Segundo a denúncia encaminhado ao MCCE, o parlamentar, que é pré-candidato ao governo do Maranhão, teria distribuído cerca de R$ 50 mil durante uma live  em suas redes sociais, no dia 21 de dezembro de 2021. Os valores dos prêmios dos sorteios variaram entre R$ 500 e R$ 2 mil. Durante a live, o deputado estava acompanhado de sua esposa Detinha, também deputada.

O MCCE ressalta que a  denúncia de crimes eleitorais também é uma responsabilidade da sociedade civil. Dessa forma, enfatiza, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, como uma organização da sociedade, tem buscado fiscalizar atos de irregularidades e crimes eleitorais. No entanto, qualquer cidadão que tenha conhecimentos de tais condutas, poderá realizar denúncia nas Procuradorias Regionais Eleitorais de cada estado.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias