Fechar
Buscar no Site

Com mais bolsonaristas no Senado, PT vê risco na saída de aliados para ministérios

Flávio Dino é cotado para assumir Ministério da Justiça

Aliados do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva colocam na balança os benefícios de convocar senadores aliados para assumirem ministérios. Com a eleição de bolsonaristas que prometem oposição ferrenha, como Damares Alves, Lula vai precisar de políticos experientes para fazer andar pautas de interesse do governo no Senado. Jacques Wagner (PT-BA), Wellington Dias (PT-PI), Camilo Santana (PT-CE) e Flávio Dino (PSB-MA) são cotados para assumir ministérios. De acordo com um integrante do PT, tirar bons senadores pode esvaziar o Senado de “articuladores necessários para o governo”. “Ministros você acha muitos; senadores não dá pra substituir”, avaliou, sob reservas.
Publicada pelo Estadão, de S. Paulo, a nota é vista como o início da temporada de especulações na guerra de escolha de ministros do futuro governo. “Mas Lula não é influenciável”, garante um experiente político nordestino que conhece o futuro presidente muito de perto.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias