Fechar
Buscar no Site

Com isolamento social, Ilha de São Luís reduziu velocidade de contágio do coronavírus, garante governo

Avenidas da Ilha de São Luís durante o lockdown ficaram vazias

O Governo do Estado informou, na manhã desta quarta-feira, 20, por meio de sua Secretaria da Comunicação e Articulação Política (Secap), que a taxa de contágio de coronavírus ma região metropolitana de São Luís apresentou queda após as medidas de isolamento social e o lockdown adotados na chamada ‘Ilha do Amor’ durante 13 dias. Estudos nacionais e internacionais mostram que o isolamento é a principal arma para conter a pandemia de Covid-19.

Segundo o governo, alguns números indicam a redução na velocidade de contágio do vírus. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), nos primeiros 30 dias da pandemia na Ilha houve, em média, a duplicação de novos casos a cada cinco dias. A partir do lockdown, garante a SES, a duplicação se deu com uma diferença maior que dez dias. No entanto, os resultados conclusivos sobre os efeitos do lockdown somente serão observados nas próximas semanas, “como acontece em qualquer local que adotou esse tipo de medida”, disse fonte da SES.

Taxa de expansão – Segundo ainda a Secretaria da Saúde, a taxa de expansão da doença também indica efetividade das medidas de isolamento. Essa taxa indica o potencial de disseminação de um vírus. Se ela for maior do que 1, uma pessoa infectada passa a doença a pelo menos mais uma pessoa – ou seja, o vírus se propaga. Se for menor do que 1, isso significa que cada vez menos pessoas são infectadas, e o número total de contaminados diminui, explica.

O governo estima que a taxa de expansão da Covid-19, sem quaisquer intervenções de distanciamento social, esteja entre 2,4 e 3,3. Ou seja, cada doente infecta de dois a três outros indivíduos.

A maior taxa de expansão registrada no Maranhão foi no dia 4 de abril: era de 3. No dia 17 de maio, ela era de 1,03 no estado, informou a SES.

Procura por leitos – A Secretaria de Estado de Saúde ressaltou que também registrou, no fim do período de lockdown, redução na procura por atendimento nas unidades de emergência da Ilha de São Luís, assim como na baixa internação de pacientes. No último domingo (17), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi registrou leitos vagos na ala de pacientes graves. Numa consulta a uma funerária da Ilha que vinha tendo dificuldades para atender à demanda, chegando a ponto, uns 15 dias atrás, de pedir ajuda á Polícia Militar porque não estava dando conta de atender a tanto pedido de transporte de corpos para sepultamento, o Jornal Pequeno foi informado, no início desta semana, que a demanda havia diminuído consideravelmente.

Prevenção – Mesmo com a redução da taxa, os casos de coronavírus ainda estão em curva ascendente no Brasil todo, incluindo o Maranhão. Por isso, ainda é muito importante manter as medidas de isolamento social e de prevenção, como o uso de máscaras, se de fato for necessário sair de casa, alerta o Governo do Maranhão.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias