Fechar
Buscar no Site

CCJ rejeita parecer contra Michel Temer por 40 a 25

Por 40 votos a favor, 25 contra e uma abstenção, a CCJ rejeitou o parecer que recomendava a aprovação da denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva.

A denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra Temer ainda precisará passar pelo plenário da Câmara.

O presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), descartou realizar essa votação nesta sexta-feira (14) e propôs a convocação de uma sessão na próxima segunda (17). Caso não haja quórum, o processo só deve ser concluído em agosto.

O presidente da comissão, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), não votou.

Como era esperado, a maior parte dos partidos orientou suas bancadas a votarem contra a aceitação do parecer do relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ). Onze partidos orientaram seus deputados a votarem com o governo, e nove contra Temer. Só o PSDB liberou a bancada.

Dos primeiros, PP, PSD, PR, PMDB e PRB decidiram pelo fechamento de questão –ou seja, pela punição de deputados que desobedeçam a orientação partidária.

Estes partidos conduziram mudanças em seus titulares para garantir que todos os deputados presentes na comissão estivessem aliados com o governo. A base fez mais de 20 mudanças para garantir que obtivesse maioria.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias