Fechar
Buscar no Site

Câmara adia para amanhã (8) decisão sobre cassação de Maluf

O deputado Paulo Maluf cumpre pena de quase 8 anos de reclusão, após ser condenado por lavagem de dinheiro

O comando da Câmara Federal resolveu adiar e decidir a portas fechadas o futuro do deputado Paulo Maluf (PP-SP), 86 anos, que cumpre pena de 7 anos e 9 meses de reclusão desde dezembro por lavagem de dinheiro. A Mesa Diretora passou para amanhã (quarta, 8) a reunião, inicialmente prevista para esta terça (7), convocada justamente para examinar a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) de cassar o deputado.

O local do encontro também foi alterado. Em vez de ser no Congresso, conforme estava previsto para esta manhã, será na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sem a presença de assessores. Segundo a Secretaria-Geral da Mesa (SGM), cabe ao presidente da Casa decidir, caso a caso, se reuniões do colegiado serão restritas aos deputados membros ou se assessores podem participar. Não há norma específica sobre a questão, completa a SGM.

Procurado pela reportagem, Maia não deu retorno aos contatos. (Por Edson Sardinha e Fábio Góis, do Congresso em Foco)

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias