Fechar
Buscar no Site

BNDES libera R$ 150 milhões para projetos estratégicos de desenvolvimento do Maranhão

Foto: Reprodução

 

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (SEDEPE), obteve mais um êxito na política de desenvolvimento elaborada com foco na melhoria dos indicadores socioeconômicos e no desenvolvimento sustentável.

Em reunião realizada, esta semana, na sede do BNDES, Rio de Janeiro, diversos projetos foram apresentados pela equipe de técnicos do governo formada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, José Reinaldo Tavares; pelo secretário adjunto, Geraldo Carvalho; pelo superintendente da Assessoria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos da SEDEPE, Fabrício Brito e pelo presidente da MAPA (Maranhão Parcerias), Antônio Nunes. Programas nas áreas de energias renováveis, incluindo um hub de hidrogênio verde e amônia, de recuperação de áreas degradadas para produção de créditos de carbono crédito de carbono, usinas de dessalinização e apoio às comunidades tradicionais maranhenses, como as quilombolas, com  financiamentos para energia solar, receberam atenção especial dos técnicos da instituição financeira.

Foi apresentado ainda um projeto idealizado pelo economista e professor da Universidade de Chicago, James Heckman, Prêmio do Nobel de Economia, direcionado a crianças em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza, de 0 a 6 anos, com apoio integral na saúde e educação. A experiência piloto deverá ser realizada,inicialmente, na área Itaqui-Bacanga.

“A reunião com o BNDES representa uma grande vitória para o Maranhão. Destaco especificamente a aprovação do projeto social voltado às crianças maranhenses. Esse é um passo gigantesco para acabar com a desigualdade social, importantíssimo para o desenvolvimento econômico e social do Estado”, explicou o secretário José Reinaldo Tavares.

Os projetos envolveram o montante de mais de 150 milhões de reais, com a perspectiva imediata de liberação de 43 milhões para o projeto social com foco na assistência a crianças maranhense de 0 a 6 anos de idade.

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias